Seguidores

sábado, 30 de setembro de 2017

Charlie Sheen abre o jogo e diz: ''A lua é uma base avançada de uma civilização extraterrestre''

O ator Rob Lowe prepara-se para estrear o programa de televisão "The Lowe Files", onde promete ajudar a entender e revelar alguns mitos e segredos sobrenaturais.

Numa conferência de imprensa da Television Critics Association, o ator de 53 anos, revelou que muitos dos seus amigos do universo de Hollyood têm crenças um pouco fora do normal.
  
Rob Lowe deu Charlie Sheen como um exemplo, dizendo que o ator e também comediante acredita que a Lua é oca e abriga extraterrestres, ou pelo menos vestígios daquela que terá sido uma civilização alienígena. Sobre "The Lowe Files", o ator descreveu que se sentiu "como um rapaz de oito anos preso no sonho de um homem com um corpo de 53", adiantando que parte de todo o conceito da série é a viagem. O ator contou ainda que já comunicou com fantasmas, utilizando instrumentos que os estudiosos do sobrenatural usam. O programa tem a estreia agendada para o próximo dia 2 de agosto, no canal A&E norte-americano.














Fonte









Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Guerra nuclear antiga. Vestígios inacreditáveis são encontrados em templo do antigo Egito!



O complexo do Templo de Dendera é um dos complexos de templos mais bem preservados do Egito. O complexo abrange cerca de 40 mil metros quadrados.

Também o local do famoso alívio da luz Dendera, Dendera é um lugar incrível. 

  

O prédio que domina o Complexo é o templo principal, que é chamado de templo de Hathor e
dedicado a Hathor, que era a deusa do amor, da alegria e da beleza. Uma das partes mais estranhas e mais intrigantes do local, no entanto, são as escadas que conduzem ao telhado do templo. As etapas de pedra parecem estar derretidas. É difícil imaginar o que poderia ter derretido sólidos passos de pedra como estes. As temperaturas que seriam necessárias para derreter a pedra sólida, como essa, teriam que ter sido tremendamente altas . Dizendo-se que alguns de Dendera foram construídos sobre um lugar ainda mais antigo, e enquanto nenhuma prova conclusiva já foi encontrada, houve especulações de guerra nuclear no antigo Egito. Locais antigos egípcios ainda detêm muitos segredos, olhando para esta passagem de pedra derretida, nos deixa perguntando, o que poderia ter derretido essa pedra?


 

Fonte









Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

URGENTE: Supremo permite promoção de crenças no ensino religioso em escolas públicas


Seis ministros votaram para educador ter liberdade de pregar a fé e cinco votaram para impedir professor de promover crenças. Com decisão, todos os modelos de ensino continuam permitidos.

Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (27) permitir que professores de ensino religioso em escolas públicas promovam suas crenças em sala de aula.
No julgamento, iniciado em agosto e finalizado nesta quarta-feira, somaram-se 6 ministros, entre os 11 integrantes da Corte, favoráveis à possibilidade do modelo “confessional”. Nessa modalidade, os professores lecionam como representantes de uma religião, com liberdade para influenciar os alunos.
Para especialistas ouvidos pelo G1, a decisão pode gerar disputa por espaço em sala de aula.
Veja na tabela abaixo quais ministros votaram a favor do modelo "confessional" e quais votaram contra:
COMO VOTARAM OS MINISTROS

A FAVOR CONTRA
ALEXANDRE DE MORAES LUÍS ROBERTO BARROSO
EDSON FACHIN ROSA WEBER
DIAS TOFFOLI LUIZ FUX
RICARDO LEWANDOWSKI MARCO AURÉLIO MELLO
GILMAR MENDES CELSO DE MELLO
CÁRMEN LÚCIA
Fonte: Supremo Tribunal Federal
Entenda o julgamento
A Constituição Federal prevê o ensino religioso nas escolas públicas brasileiras como disciplina do ensino fundamental (para alunos de 9 a 14 anos de idade), mas estabelece que a matrícula é facultativa. Ou seja, o estudante pode se recusar a cursar a disciplina por vontade própria ou da família, sem prejuízo nas notas ou frequência exigidas para ser aprovado.
Cada estado organiza a melhor maneira de oferecer o ensino religioso dentro de sua grade de horários. Parte dos estados faz parcerias com igrejas e instituições religiosas para contratar professores (remunerados ou não, dependendo da religião) para dar as aulas.


Outros estados optam pelo modelo não confessional, com professores não necessariamente representantes de uma religião.
A ação em julgamento, apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR), propunha que as aulas se limitassem à exposição das doutrinas, história, práticas e dimensões sociais das diferentes crenças, assim como do ateísmo e do agnosticismo – o chamado modelo "não-confessional".
A PGR contestava a possibilidade de “catequese” ou “proselitismo” nas aulas. A maioria dos ministros, porém, entendeu que o caráter laico do Estado não significa que ele deve atuar contra as religiões, inclusive na esfera pública.
Com a decisão da Corte, continua permitido o ensino confessional, o não confessional e também o chamado interconfessional, com aulas sobre valores e práticas religiosas baseadas em características comuns das religiões.
Votos a favor da promoção de crenças
Primeiro a votar pela possibilidade de ensino confessional, o ministro Alexandre de Moraes argumentou que impedir a promoção de crenças contraria a liberdade de expressão dos professores.
Para ele, a adoção do modelo oposto levaria o Estado a definir o conteúdo da disciplina, criando assim uma “religião estatal”.
“O ministro da Educação baixaria uma portaria com os dogmas a serem ensinados, em total desrespeito à liberdade religiosa. O Estado deve ser neutro, não pode escolher da religião A, B ou C, o que achar melhor, e dar sua posição, oferecendo ensino religioso estatal, com uma nova religião estatal confessional”, disse.
Moraes ressaltou que as aulas são facultativas. Ele argumentou que somente representantes das religiões, que defendem sua fé, teriam o domínio suficiente dos preceitos para ensiná-los.
“Nós não contratamos professor de matemática se queremos aprender física. Não contratamos professor de educação física para dar aulas de português. Quem ensina religião, os dogmas, são aqueles que acreditam na própria fé e naqueles dogmas. Ora, um exército de professores que lecionam preceitos religiosos, alguns contraditórios escolhidos pelo Estado, não configuram ensino religioso”, assinalou.
Ao seguir Moraes, Edson Fachin argumentou que a democracia admite que a religião faça parte não só da vida privada, mas também da esfera pública da sociedade, contra a qual o Estado não pode nem deve atuar. “A separação entre Igreja e Estado não pode, portanto, implicar o isolamento daqueles que guardam uma religião à sua esfera privada. O princípio da laicidade não se confunde com laicismo", afirmou.
Gilmar Mendes disse que a tentativa de implantar o modelo não-confessional é uma forma de fazer o Estado “tutelar” a religião, um “domínio do chamado politicamente correto”. Ele lembrou que a referência a Deus na própria Constituição não retira o caráter laico do Estado, e destacou que a religião cristã, por exemplo, faz parte da cultura da sociedade brasileira.
Dias Toffoli, por sua vez, disse não haver uma “separação estanque” entre Estado e religião, citando vários trechos da Constituição que não só impedem o poder público de embaraçar o exercício da fé, como também promovem a liberdade de culto – em escolas e nos quartéis militares, por exemplo.

Última a votar no julgamento, Cármen Lúcia também destacou o caráter facultativo da disciplina. “Não fosse com conteúdo específico de alguma religião ou de várias religiões, não vejo por que seria facultativa essa disciplina. Se fosse história das religiões ou filosofia, isso se tem como matéria que pode perfeitamente e é oferecida no ensino público”, afirmou.
Votos contra a promoção de crenças
Primeiro a votar no julgamento, em agosto, o relator, ministro Luís Roberto Barroso, se posicionou pelo veto à admissão de professores “na qualidade de representantes de confissões religiosas” – como padres, pastores, rabinos ou pais-de-santo, por exemplo.
"As escolas privadas podem estar ligadas a qualquer confissão religiosa, o que igualmente é legítimo. Mas não a escola pública. A escola pública fala para o filho de todos, e não para os filhos dos católicos, dos judeus, dos protestantes”, afirmou.
Rosa Weber acompanhou Barroso, sob o argumento da "neutralidade" do Estado. "Religião e fé dizem respeito ao domínio privado, e não público. Neutro há de ser o Estado", disse.
Luiz Fux, por sua vez, sustentou que seria impossível ao governo contratar professores de cada uma das 140 religiões catalogadas no Brasil.
"Qual será a autodeterminação religiosa de uma criança que estuda desde sua primeira infância num colégio doutrinada para uma determinada religião, sendo certo que é absolutamente impossível o Estado contratar professores para 140 religiões hoje consagradas pelos órgãos federais?", questionou.
Marco Aurélio Mello também considerou inviável às escolas públicas brasileiras, em situação precária, oferecerem ensino confessional de todas as crenças, considerando a ampla diversidade religiosa no país.
“É razoável supor que as escolas, ante a dificuldade de abranger integralmente o espectro de religiões, limitem-se a disponibilizar turmas referentes às crenças majoritárias. Ou mesmo aquelas com as quais a própria direção simpatize. O quadro impõe ao Supremo atuar em defesa do pluralismo religioso e do Estado laico”, disse.
Celso de Mello também defendeu neutralidade do Estado na matéria. “O estado laico não pode ter preferências de ordem confessional e não pode, portanto, interferir na esfera das escolhas religiosas. O Estado não tem nem pode ter interesses confessionais, ao Estado é indiferente o conteúdo das ideias religiosas que eventualmente venham a circular e a ser pregados por qualquer grupo confessional, mesmo porque não é lícito ao poder público interditá-las ou censurá-las”, afirmou.
SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
















Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

OVNI explode meteoro em Portugal


OVNI explode meteoro em  Portugal Cerca das  3h 25m do dia 27-09-2017 Meteorito explode em pleno ceu  de Portugal  a Oeste beira litoral Oceano Atlântico






Jonas Estefanski 





Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Cientistas decifram a famosa “Carta do Diabo” que foi escrita por uma freira “possuída” no século XVII. É assustador!


Por mais de três séculos, grandes estudiosos, decifradores e vários ocultistas ficaram atordoados por uma letra enigmática que supostamente foi escrita por uma freira beneditina que afirmou que ela estava sendo guiada pelo próprio Diabo. De acordo com a lenda intrigante, a irmã Maria Crocifissa della Concezione, do convento de Palma di Montechiaro, localizada no sul da Itália, acordou após um desmaio em 11 de agosto de 1676 para descobrir que seu rosto estava coberto de tinta.


Aparentemente, em uma mão, ela segurou várias cartas que ela escreveu, consistindo de uma mistura indecifrável de símbolos e línguas estranhas. Tanto a Irmã Maria quanto as irmãs do convento acreditavam que eram uma série de mensagens entregues por um demônio, embora não pudessem entender o texto. Ao longo do tempo, eles estavam convencidos de que as letras faziam parte de um elaborado esquema de Lúcifer para remover Maria de Deus.



Agora, no mínimo 361 anos depois, pesquisadores do Ludum Science Center na Sicília afirmam ter decodificado pelo menos 15 linhas da única carta sobrevivente usando um código de descriptografia encontrado na Dark Web “(” Dark Internet “), um conjunto de redes que não são para uso público e requerem software específico e autorizações para acessar. “Tudo está lá: narcóticos, vendas de armas, assassinos… e também os programas usados ​​pela inteligência para decifrar mensagens escondidas como a que usamos”, disse Daniele Abate, diretora da Ludum.



“Nós preparamos o software sob um conjunto de idiomas, incluindo o grego antigo, o árabe, o alfabeto rúnico e o latim, para poder decifrar parte da carta e demonstrar se é algo realmente diabólico”. No final do processo, os cientistas concluíram que as letras eram uma confusão de línguas e tinham sido compostas e escritas pela própria Irmã Maria; aparentemente se tornou uma linguista especialista durante o período no convento. A letra descreve a relação entre humanos, Deus e Satanás de forma desordenada e inconsistente.



Nele, a irmã Mary ou quem quer que possuía, Deus incentivados a abandonar o homem e deixá-lo nas garras do diabo. “Deus foi inventado pelo homem, e pensa que ele pode liberar mortais, mas este sistema não funciona para ninguém”, disse uma das linhas traduzidas. O texto também descreve Deus, Jesus e o Espírito Santo como “pesos mortos”. Ms. Abate disse que o conteúdo dos documentos a fez suspeitar que a Irmã Mary poderia ter sofrido um estado de esquizofrenia.



“Eu pessoalmente acredito que a freira teve um bom domínio das línguas, o que lhe permitiu inventar o código e poderia ter sofrido com esquizofrenia – como a condição, o que o fez imaginar diálogos com o diabo ” , ele disse a The tempos de Israel. “Isso não impediu que muitas seitas satânicas se interessassem por entrar em contato comigo desde que publiquei nossas descobertas. O mundo inteiro está falando sobre o nosso trabalho “, disse ele.



Finalmente, os peritos responsáveis ​​pela tradução das cartas disse que o conteúdo foi vago e não de todo consistente. Isto apoia a teoria realizada pelos cientistas modernos, em vez de Irmã Mary estar possuída pelo diabo, talvez estivesse sofrendo de algum tipo de transtorno bipolar. Outra frase contida no documento dizia: “Talvez agora o Styx é verdade”, referindo-se ao rio que separava a Terra do submundo na mitologia grega e romana, pelo qual os mortos estavam viajando em um barco guiado por Charon. De qualquer maneira, esta decodificação levantou todos os tipos de opiniões sobre nas redes sociais.


A Irmã Mary realmente estava possuída, ou ela tinha alguma desordem? Muitas pessoas acreditam que a mensagem da carta é o resultado de ambos os lados espirituais, mas é difícil de dizer. Foram necessários 341 anos para chegar aqui e ler a “carta do diabo”. Vale a pena ir mais longe? É seguro? Esses cientistas da computação têm muito tempo livre? De acordo com outros registros do convento, a freira teve uma longa história de ataques de pânico e desmaios no altar, além de muitas vezes exclamar que o diabo tentava se separar de Deus; Isso levou muitas pessoas a pensar que Maria gostava de atenção e que, juntamente com as alucinações, ela acreditava estar falando com Satanás.

O que você acha disso? Deixe seu comentário!











Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Teórico volta a amedrontar ao garantir nova data para o fim do mundo. Confira!


Teórico volta a amedrontar ao garantir nova data para o fim do mundo. Confira! (Foto: Reprodução) Teórico remarcou a data do fim do mundo para 15 de outubro. (Foto: Reprodução)
O teórico em conspirações cristãs David Meade voltou a amedrontar o mundo inteiro ao garantir que o fim do mundo tem uma nova data: 15 de outubro. As informações são do R7.

Meade voltou a alarmar e garantir que Nibiru, o astro mortal vai se chocar contra a Terra, extinguindo a vida.

Em entrevista ao site do jornal Daily Star, o teórico afirmou que Nibiru está chegando cada vez mais rápido e que os “líderes mundiais têm conhecimento da chegada dele, mas estão escondendo de nós”.

Vale a pena lembrar que Meade deixou muita gente nervosa com a teoria de que a raça humana seria extinta no último sábado (23).


Internautas não perderam tempo de brincar com a nova data.







(Com informações do R7)









Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

terça-feira, 26 de setembro de 2017

15 coisas insanas que as pessoas podem encontrar na Deep Web

Se você está navegando por esse site nesse momento, é porque provavelmente entende como funciona a Internet. 

Você abre um navegador, digita um endereço eletrônico e pronto… você está em um site. Seja ele uma rede social, um site de notícias ou de um jogo on-line, normalmente é bem fácil acessar qualquer endereço dentro da Web. No entanto, existem alguns endereços que por algum motivo (normalmente ilícito) estão escondidos, e é possível acessar apenas com procedimentos ilegais e criminosos, que quase
sempre envolvem também a exposição do seu computador e seus dados para terceiros. As pessoas costumam chamar esses endereços que estão “escondidos” de “Deep Web” (ou Internet profunda). Nessa lista você confere algumas das coisas bizarras e doentias que você encontra na Deep Web, mas vale lembrar: 

Nós não recomendamos de maneira alguma que você procure por esses websites, ou que acesse a Deep Web e qualquer tipo de endereço eletrônico que não seja seguro. Tenha em mente que essa parte da Internet é povoada por pessoas doentias, capazes das mais variadas bizarrices e bestialidades. Con×ra:
 15. Produtos humanos
 


Em alguns sites, é possível encontrar pessoas vendendo produtos feitos com pele de seres humanos. Isso mesmo. Cintos, bolsas, carteiras e outros produtos feitos com a pele extraída de cadáveres (seja lá como eles são adquiridos). Os produtos podem chegar ao preço de 10 mil dólares em alguns casos.

 14. Venda de drogas




Existem alguns websites especializados também na venda de drogas, da maneira semelhante a qualquer outro e-commerce que você conheça. Lá você encontra desde maconha, cocaína, até medicamentos que só poderiam ser adquiridos com receita médica. Os pagamentos nesses ambientes são feitos com bitcoins, e é dessa forma que tudo permanece anônimo.

 13. Tour em sanatórios
 



O White Enamel é um jogo de apontar e clicar, onde você faz um tour em um sanatório aparentemente abandonado e amaldiçoado. Nele, você deve fazer as decisões certas para
chegar até o ×m do jogo. Todo o ambiente assustador torna-se ainda pior por conta da música sombria que acompanha o jogador.


 12. Experimentos em pessoas



Alguns sites encontrados na Deep Web apresentam relatórios e documentos explicando experimentos cruéis e macabros realizados em seres humanos. Nesses documentos você encontra informações como o número de participantes, o “método” de estudo e o tempo que os participantes sobreviveram durante os “testes”.

 11. Carne humana





Outra bizarrice encontrada nas camadas mais assustadoras da Internet são fóruns de discussão sobre como preparar carne humana. Existem até alguns encontros ocasionais em que os frequentadores do fórum se reúnem para jantar juntos – e podemos imaginar qual é o prato principal.

 10. Fóruns de HIV 


Falando em fóruns, alguns frequentadores da Deep Web também gastam tempo discutindo e trocando ideias sobre HIV. Mas não sobre como conviver com a doença de maneira tranquila e segura, é claro. Lá, as pessoas se gabam de como transmitem o vírus para outras pessoas, e recebem aplausos e elogios dos outros participantes quando conseguem passar adiante a doença.

 9. Louvor ao mal

 

Outros sites da Deep Web (e alguns até mesmo na superfície) possuem conteúdo ligado ao satanismo e a práticas consideradas “do mal”. Neles, é possível ler sobre suas práticas e inclusive aprender como podem “invocar” entidades malignas.

 8. Últimas palavras de prisioneiros



Existe um site nos con×ns da Internet onde você pode encontrar arquivos com as últimas palavras de prisioneiros condenados à morte. Somente alguém dentro dos órgãos de segurança e responsáveis pelas execuções poderia ter acesso a esses documentos, e é
justamente isso que faz com que o site seja ainda mais bizarro e assustador. As informações encontradas são de prisioneiros do Texas, onde a pena de morte ainda vigora. 


7. Assassinos de aluguel


Os assassinos de aluguel talvez estejam entre as pro×ssões ilegais e irregulares mais antigas da história, e na Deep Web você pode encontrar pessoas dispostas a matar quem você quiser, desde que você possa pagar por isso. Existem alguns limites, no entanto. Você não pode pedir pela morte de alguém com menos de 16 anos, ou um político de muito renome. Os pagamentos são em bitcoins, e dependem do alvo escolhido.

 6. Vasectomia



 

A vasectomia é um procedimento delicado, realizado por médicos especializados e preparados para isso. No entanto, na Deep Web você encontra kits de vasectomia à venda, para que você possa fazer o procedimento em casa. Supostamente tudo que você precisaria fazer é ler o manual e fazer tudo com cuidado. Nem precisamos dizer o quão perigoso isso pode ser, certo? 

5. Armas

 


Nos Estados Unidos, comprar uma arma não é algo tão difícil, desde que você tenha idade su×ciente. Mas no Brasil e outros países em que o armamento é proibido, as coisas são diferentes. Pensando nisso é que alguns sites escondidos na Deep Web vendem armas de vários tipos diferentes.


4. Informações sigilosas do governo




Alguns sites oferecem também informações que não deveriam sair de dentro das quatro paredes do governo americano. Armas secretas, experimentos, novas tecnologias e outras coisas desse tipo estão entre as informações que são disponibilizadas por esses sites.


3. Fóruns de ninfomaníacas

 


Como você já deve ter percebido, grande parte da Deep Web é formada por fóruns de assuntos que normalmente não poderiam ser discutidos abertamente em sites normais. Além de todos os que você já viu nessa lista, existem também fóruns destinados a ninfomaníacas – ou seja, mulheres extremamente viciadas em sexo. Portadoras desse distúrbio estão sempre pensando em fazer sexo, de uma forma tão doentia que afeta a vida social e pro×ssional. No fórum, ninfomaníacas de todas as partes do mundo se reúnem para contar sobre suas aventuras.

2. Áudios de caixa-preta

 

Nos últimos anos, principalmente por conta dos frequentes acidentes aéreos envolvendo voos comerciais, o assunto se tornou bastante falado em todo o mundo. Dentro das caixaspretas estão as últimas gravações entre o piloto e co-piloto, logo antes dos acidentes. Existe um website, acessível apenas na Deep Web, que é dedicado a reunir essas gravações, para que alguma pessoa com um gosto bastante peculiar possa ouvir os gritos de desespero entre os pilotos e co-pilotos.

 1. Hyperhero












Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Assustador: NASA registra músicas espantosas vindas do espaço


Os cientistas da NASA estão atualmente desconcertados pelos sons de assovio estranhos que detectaram no curso da missão Van Allen. As sondas Van Allen são um par de espaçonaves roboticas em forma de rosca que atualmente estão localizadas na órbita da Terra.

NASA REGISTRA MÚSICAS ESPANTOSAS DO ESPAÇO 

 


Os sons estranhos, alguns dos quais foram carregados no site da NASA, são atribuídos a diferentes ondas eletromagnéticas (também conhecidas como ondas de plasma) que penetram quase todas as áreas conhecidas do espaço. De acordo com um porta-voz da agência espacial, enquanto o espaço é tecnicamente um vácuo, ele ainda está cheio de partículas carregadas eletricamente, que se interagem constantemente com os campos magnéticos e elétricos dos
vários objetos ao longo do espaço. No decorrer de suas observações com as Sondas Van Allen, cientistas da NASA descobriram que essas partículas se comportam de maneiras muito diferentes, dependendo do tipo de campos magnéticos e elétricos com os quais eles estão interagindo. Isso significa que todo planeta e, de fato, todas as outras formas de corpo celestial, tem seu próprio "ruído" distintivo, que é extremamente diferente do que a NASA se refere como "a sinfonia de partículas que cercam a Terra" . A música estranha dos corpos celestes já atraiu  bastante agitação online por causa de sua natureza estranhamente bela. No entanto, a NASA
espera colocar essas gravações incomuns em algum uso prático. Eles esperam que os dados coletados pelo Van Allen Probes melhorem o conhecimento científico sobre a dinâmica das ondas de plasma no espaço. Isso permitirá que eles previnam o que acontecerá no que diz respeito ao tempo espacial, em particular, as tempestades geomagnéticas, que podem ter impactos extremamente prejudiciais nos satélites e outros sistemas de telecomunicações aqui na Terra, além de proporcionar um grande risco aos astronautas.















Fonte









Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!
Curta nossa Página...