Seguidores

domingo, 8 de outubro de 2017

Igreja instala grades para evitar moradores de rua


Instalação das estruturas foi concluída quarta-feira

“Proteção do patrimônio”. Esta é a explicação do pároco Nilo Buss, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro Humaitá, em Tubarão, para a colocação de grades de alumínio no entorno das três portas de acesso à igreja. A instalação das cercas foi concluída nesta quarta-feira.
A medida teve de ser tomada após repetidas cobranças dos próprios fieis, preocupados com a presença cada vez maior de moradores de rua ao redor da igreja. A situação se arrasta há anos, mas nos últimos meses teria se tornado mais complicada. Não raro, os mendigos amarravam cobertores nas portas da igreja em varais improvisados, bebiam e se drogavam, além de descartarem o lixo em qualquer lugar, segundo os fiéis.
Muitos dos que iam à igreja eram abordados com pedidos de comida ou de dinheiro. Algumas pessoas deixaram de frequentar o local por medo, até mesmo as crianças das catequeses tinham receio de circular por ali. Uma das fiéis conta que os mendigos faziam as necessidades básicas na rua, o que levou a igreja a ceder o banheiro externo. Até a tarde de ontem, não havia aparecido mais nenhum morador de rua.
O pároco lembra que houve reunião com autoridades do município há cerca de dois meses. “Disseram que o problema era da igreja”, recorda Buss, que já chegou a bancar a passagem de volta para casa de alguns dos mendigos. O Conselho Pastoral então se reuniu e decidiu pela colocação de grades. Os custos, não divulgados pelo religioso, foram bancados pela igreja. “Vamos continuar ajudando aqueles que precisam”, diz o padre.


Força-tarefa
Município irá abordar moradores de rua
Em reunião na quarta-feira, o Conselho Municipal de Segurança de Tubarão (Comset) concluiu os últimos ajustes para a força-tarefa que abordará os moradores de rua na cidade. Ela será composta pelos setores da Assistência Social e da Saúde. A Polícia Militar garantirá a segurança da ação. Segundo o presidente do Comset, vereador Maurício da Silva, até dezembro a operação vai ocorrer na última sexta-feira de cada mês, quando serão abordados de três a quatro grupos de mendigos. O município também fará contato com os familiares destas pessoas, que na maioria são de outras regiões.











Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...