Seguidores

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Fatos obscuros e misteriosos sobre o Poço de Oak Island

Esse é um dos mistérios mais famosos do mundo envolvendo tesouros e ilhas. A Oak Island, localizada próxima ao Canadá, foi uma das primeiras ilhas colonizadas pelos Vikings, e guarda um grande mistério. A lenda conta que existe um tesouro extremamente valioso escondido nas profundezas da ilha – ainda que não se saiba exatamente o que é, e quem teria enterrado.

Fato é que várias empresas já escavaram o chamado “Poço do Dinheiro”, em busca do tesouro, mas sempre acabaram desistindo por algum motivo. Nesta lista você conhece 15 fatos obscuros sobre o mistério do poço, que até hoje permanecesse sendo uma grande incógnita.
15. Joias de Maria Antonieta
Maria Antonieta foi a rainha da França durante a famosa Revolução Francesa, quando os membros da realeza foram brutalmente assassinados pelo povo revoltado do país. Dizem as lendas que a rainha queria esconder suas joias, deixando-as sob os cuidados de uma pessoa de confiança, que fugiu do país. Conforme a lenda, o enviado de Maria Antonieta teria escapado até o Canadá, chegando em uma área que antigamente era chamada como ‘Acadia’. Os que acreditam na história dizem que as joias teriam sido enterradas no que hoje é chamado de Poço de Dinheiro, na Oak Island.

14. Teoria dos Piratas


Outra teoria popular que envolve o Poço de Dinheiro é a que diz que ele guarda um tesouro pirata. Diferentes piratas famosos foram relacionados à ilha, como Capitão Kidd, um navegante escocês que se voltou à pirataria em meio aos anos 1600. Outros dizem que o próprio Barba Negra (pirata mais famoso do mundo) teria escondido seus tesouros por lá. Ele teria dito, conforme a história, que seu tesouro estava enterrado “onde somente Satã e ele mesmo poderiam encontrar’.

13. Os primeiros a parar de escavar por conta de medos supersticiosos


Os primeiros a colonizar a ilha já conheciam a teoria sobre Capitão Kidd, e diziam o tesouro valiam supostamente dois milhões de libras esterlinas. A história conta que McGinnis, o primeiro colono da ilha, teria descoberto uma depressão no solo quando estava buscando por uma área onde pudesse colocar uma fazenda, em 1799. Ele imediatamente pensou ter encontrado o tão falado tesouro de Kidd, e começou a cavar. Outros dois homens o ajudaram nas escavações, e quanto mais fundo eles chegavam, mais mistérios apareciam.
Segundo a história, eles cavaram menos de um metro e acabaram encontrando “lajes”, ou pedras que supostamente marcavam um ponto. Um pouco mais fundo, encontraram sinais de escavação, como marcas de ferramentas. Esses sinais foram encontradas a cada 3 metros. No entanto, o trabalho foi cancelado quando chegaram aos 9 metros, sem que fosse dada uma explicação concreta. A única justificativa foi o temor por algum tipo de superstição.

12. Mensagem indecifrável
No começo dos anos 1800, uma nova equipe começou a realizar escavações na região. Esse novo grupo, chamado Onslow Company, chegou na ilha com o objetivo de encontrar o tesouro que supostamente estava enterrado por lá. O trabalho foi levado muito a sério, e eles chegaram aos 27 metros de profundidade. Novamente, foram relatados “marcadores” a cada 3 metros, incluindo fibras de coco datadas de 1600.

Mas a descoberta mais impressionante feita por essa equipe foi uma estranha pedra, com inscrições misteriosas que até hoje não foram traduzidas. Não se sabe sobre o paradeiro atual da pedra, e suas imagens são todas réplicas, feitas com base nas pessoas que viram a rocha – mas não há evidência. O que se sabe é que os símbolos nunca foram decifrados.
11. Armadilhas
A Onslow Company abandonou as escavações quando o poço inundou, sem que a equipe conseguisse resolver o problema. Isso nos leva a um outro mistério sobre o Poço do Dinheiro: ele parece ser repleto de armadilhas, todas baseadas na entrada de água para o poço, supostamente desenahdas para impedir as tentativas de escavação.
Muitos dizem que as armadilhas são interligadas por um sistema de drenagem bem elaborado. Existe inclusive uma teoria que diz que o Poço do Dinheiro em si é uma armadilha – para que as pessoas gastem suas vidas tentando encontrar o tesouro por lá, quando na verdade está em outro lugar.

10. O primeiro a morrer
Em 1861, uma terceira companhia decidiu tentar descobrir os segredos da Oak Island. Tratava-se da Oak Island Association. Utilizando uma nova estratégia, eles decidiram evitar escavações retas, a partir do poço. Em vez disso, tentaram cavar a partir de alguns metros de distância do poço, pensando em curvar o buraco até alcançar o tesouro.
Apesar das tentativas de evitar as armadilhas, o trabalho da equipe também foi interrompido por inundações. Durante tentativas de bombear a água para fora do poço, o motor de uma caldeira acabou explodindo próximo de um trabalhador, que não resistiu. Esse foi o primeiro de seis escavadores que morreram na região.
9. Morte de Maynard Kaiser
Outra companhia chegou para tentar a sorte em 1896. O nome do grupo, no entanto, nunca foi revelado, mas é dito que chegaram com equipamentos muito bons para enfrentar o desafio. Com furadeiras pesadas e bombas à vapor, eles tentaram lidar com a água, mas novamente não conseguiram superar as armadilhas. No entanto, a companhia disse ter supostamente conseguido retirar alguns vestígios do fundo do poço. A companhia disse ter retirado pedaços de pele de carneiro com letras escritas em tinta.
Durante tentativas de explodir as armadilhas com dinamites (correndo o risco de explodir também vestígios e até mesmo o próprio tesouro), um homem chamado Maynard Kaiser acabou caindo e morrendo no poço.
8. Quatro pessoas morreram nos anos 1960
Foram realizadas outras tentativas de chegar ao tesouro, mas todas sem sucesso. O poço permaneceu em repouso até 1965, quando um novo grupo de pessoas tentou descobrir a verdade sobre o local. Parece que as pessoas começaram a acreditar que nada de bom sairá de lá. Os novos aventureiros, no entanto, não se abalaram sequer com as mortes que já haviam sido registradas.
Robert Restall chegou na ilha em 1959, e começou a trabalhar no poço depois de assinar um contrato com os donos da ilha. Em 1965, sua equipe estava tentando selar um túnel inundado, quando Robert ficou inconsciente por conta do monóxido de carbono liberado por um motor a gasolina. Seu filho tentou ajudá-lo, mas também perdeu a consciência. Então, outros três trabalhadores caíram. Todos os três desmaiaram. Um visitante que passava pelo local conseguiu salvar um homem, mas os outros quatro morreram. Estas foram as últimas pessoas a perder a vida tentando desvendar o mistério.
7. Conexão com a maçonaria e templários
Uma das coisas mais surpreendentes sobre o Poço do Dinheiro e a ilha como um todo é a sua estranha ligação com os Maçons, os Cavaleiros Templários e os Rosacruzes. Muitas pessoas acreditam que a forma como o poço foi estabelecido é similar ao “baús” maçons, e compartilha uma profunda conexão com os rituais da maçonaria. Algumas teorizam inclusive que toda a ilha serviu como base dos Cavaleiros Templários.
Essa teoria aponta uma variedade de pedras encontradas na ilha com símbolos da maçonaria. O que poderia os maçons estar querendo esconder na ilha? Muitos acreditam que não existe necessariamente um tesouro, mas livros, documentos e conhecimentos antigos que datem até mesmo da época da biblioteca de Alexandria.
6. Conexão com Sir Francis Bacon
Francis Bacon foi o famoso líder dos Rosacruzes – uma sociedade exotérica que tinha o objetivo de buscar conhecimento. Em 1610, ele recebeu um pedaço de terra na ilha de Terra Nova, o que o colocou muito perto da Oak Island, geograficamente.
Para muitos, Bacon é a identidade real de Shakespeare, e possivelmente Marlowe. Ele tinha bastante experiência em preservar pergaminhos com mercúrio, e este foi um dos elementos encontrados recentemente no Poço do Dinheiro em Oak Island. Alguns pergaminhos também foram encontrados no passado.
5. Imagens de 1970
A companhia Triton Alliance Ltd., formada no final dos anos 60, foi a próxima a tentar sucesso onde ninguém havia alcançado. A empresa ganhou apoio dos moradores, e muitos receberam participações na sociedade. Com isso, ainda no começo dos anos 70 já se havia chegado perto do chão. O eixo de cerca de 70 metros foi chamado de Borehole-X, e era bastante estável. Eles haviam chegado mais longe que os antigos escavadores.
A equipe então colocou uma câmera no eixo, e conseguiu algumas imagens borradas e não muito claras. Entretanto, algumas alegam que é possível enxergar baús, ferramentas e até mesmo uma mão decepada. O problema é que o eixo acabou entrando em colapso e cedeu, dando fim aos esforços da empresa em Oak Island.
4. Mais pedras estranhas
Muitas pedras com desenhos, letras e inscrições já foram encontradas em Oak Island. Muitas pessoas, no entanto, admitiram ter feito “pegadinhas”, para enganar os curiosos. Outros, no entanto, já foram confirmadas como sendo muito antigas, e levantam ainda mais mistérios. Em outro caso, uma espada romana foi encontrada próximo da costa, posteriormente sendo confirmada como verídica.
3. Santo Graal
Outra teoria diz que a Oak Island é onde repousa o Santo Graal – a taça que Jesus Cristo teria utilizado durante a última ceia. Muitos acreditam que este objeto tem poderes sobrenaturais, e por isso a taça foi procurada por muitos grupos de pessoas.
Acredita-se que os Templários foram responsáveis ​​por esconder o Graal, e Oak Island aparece como um possível destino para o tesouro. Naquela época, a ilha estava “do outro lado do mundo”, completamente escondida, e acessível somente por quem tivesse acesso a navios capazes de viagens longas.
2. Maldição de Oak Island
Como você já viu, a ilha já tomou seis vidas, mas de acordo com as lendas que circundam a região, a maldição da ilha fala em sete mortes, não seis. Por isso, haveria ainda mais uma morte a ocorrer na ilha. Fora isso também são frequentes as histórias envolvendo fantasmas, aparições e outros eventos assustadores.
1. Provavelmente, o poço é apenas um sumidouro
No final, a ciência convencional concluiu que o Poço do Dinheiro de Oak Island provavelmente é apenas um sumidouro. O buraco mostra todos os sinais de ser uma formação natural. As ferramentas e outras evidências de atividade humana encontradas no buraco podem ser facilmente atribuídas ao fato de que muitas equipes diferentes tentaram escavar esse buraco até o momento. E, inevitavelmente, eles deixam algumas de suas ferramentas para trás. A “sujeira” que foi observada pelos primeiros escavadores também pode ser atribuída a um sumidouro, como pode a presença de troncos e madeira.
Mas não descarte isso ainda. Só porque a formação é natural não significa que não haja nenhum tesouro enterrado por dentro. A verdade é que esse é um dos maiores mistérios do mundo.

Por Lucas
Fonte
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO