Seguidores

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Estudo de DNA revela segredos sobre os primeiros habitantes da América

Os desbravadores pioneiros viveram no Canadá, há mais de 24 mil anos. 

Os primeiros seres humanos a pisar no continente americano vieram provavelmente da Sibéria, através do estreito de Bering, que funcionou como uma ponte de terra firme do Alasca até a Eurásia há aproximadamente 10 mil anos. 

Os primeiros colonizadores da América, caçadores-coletores, se beneficiaram do clima da região da Beríngia (onde hoje é o estreito de Bering), bastante úmido, de sua vegetação composta principalmente por arbustos lenhosos e da proliferação de grandes mamíferos. De fato, eles teriam permanecido na área por milhares de anos. 

De acordo com um estudo de DNA, esse período de adaptação teria ajudado a genética humana a evoluir: quando o gelo derreteu, os primeiros humanos a ingressar na América do Norte eram geneticamente diferentes dos antepassados siberianos que ficaram para trás. 

Além disso, diversos estudos permitem afirmar que não houve uma só migração da região da Beríngia para as Américas, mas que foram várias ondas migratórias ao longo do tempo vindas dessa localização. Acredita-se também que os grupos que formaram os diferentes movimentos de migração não chegaram a se conhecer. 

Um estudo realizado neste ano afirma que o primeiro grupo a chegar à América viveu no Canadá, em uma região conhecida como cavernas de Bluefish, há 24 mil anos. Porém, ainda não é possível saber quanto tempo os humanos demoraram a avançar em direção ao sul do continente nem em que condições o fizeram. 



Fonte: BBC
Imagem: Wikipedia Commons
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO