Seguidores

domingo, 2 de julho de 2017

13 famosos que supostamente foram mortos pelos Illuminati

As teorias de conspirações sobre os Illuminati são das que mais proliferam na internet



Os Illuminati são uma sociedade secreta que supostamente controlam tudo o que ocorre no mundo: do filme que você assiste nos cinema à Copa do Mundo, por exemplo. Como se trata de uma seita, reza-se a lenda de que sacrifícios de sangue precisam ser feitos periodicamente para o sucesso ser alcançado.
Por isso, pessoas que não cumprem esses rituais ou que resolvem se rebelar contra a seita seriam “apagadas” para manter o anonimato do clã. Confira algumas pessoas que supostamente fazem parte dessa lista sinistra:
1. Michael Jackson

Sua irmã Latoya revelou que ele andava dizendo por aí que “eles estavam tentando matá-lo”. Tudo porque Michael teria se rebelado contra o clã, dizendo que havia uma conspiração para difamá-lo.


2. John Lennon

Lennon teria falado sobre os males da indústria do entretenimento, a ponto de virar uma ameaça para os Illuminati, que, através de controle da mente, usaram Mark Chapman para silenciar o eterno Beatle.

3. John F. Kennedy

Seu assassinato, em novembro de 1963, tem gerado inúmeras teorias da conspiração desde então. Supostamente, Kennedy teria feito parte da seita, mas acabou se cansando e pedindo seu desligamento. Conseguiu.


4. Martin Luther King Jr.

Por ser um líder influente e falar mal da Guerra do Vietnã, que tinha grandes benefícios para muitas empresas, Martin Luther King teria sido morto pelos Illuminati.

5. Kurt Cobain

Teóricos de conspirações não acreditam no suicídio do líder do grupo Nirvana: muitos alegam que ele foi assassinado pelo Illuminati por não querer fazer parte desse influente grupo.

6. Jim Morrison
O líder da banda The Doors supostamente era fascinado pelo mundo do ocultismo, tendo os Illuminati como um fascínio. Tanto que duas teorias existem: a primeira foi de que o próprio grupo matou o cantor, e a segunda alegando que o grupo ajudou a dar um “sumiço” em Morrison, que permaneceria vivo no anonimato até os dias de hoje.


7. Whitney Houston
A morte de Whitney seria parte de um sacrifício de sangue dos Illuminati, que teria a intenção de matá-la aos 50 anos de idade. Ela morreu afogada em sua banheira, 6 meses antes de completar meio século de vida.



8. Grace Kelly
Existem boatos de que os Illuminati teriam arranjado o casamento da atriz com o príncide de Mônaco, Rainer III. Por isso, futuramente, ela teria pagado um preço bastante alto: com a própria vida.


9. Frank Zappa
O músico teria alertado o mundo sobre o controle da mente na indústria fonográfica. Por conta disso, teria sofrido um atentado no palco, em 1971, e finalmente assassinado em 1993, através de uma “injeção de câncer”.

10. Amy Winehouse
A morte precoce de Amy fazia parte dos rituais de sacrifício dos Illuminati. Em uma entrevista, a cantora teria respondido que a “indústria fonográfica” tentou moldá-la como um triângulo – um dos maiores símbolos da seita que supostamente a matou.


11. Bob Marley
Com sua música, Marley divulgou ideais de amor, felicidade e união – algo que não combina muito com os seguidores do Illuminati. Com sua fama ganhando todos os cantos do mundo, seria necessário silenciá-lo.

12. Princesa Diana
Amada pelos súditos e odiada pela realeza, Diana teria sido morta para não aumentar ainda mais sua fama com os plebeus. Isso supostamente comprovaria a grande relação entre a família real britânica e os Illuminati.


13. Bruce Lee
Lee teria, por diversas vezes, comentado que era observado por uma espécie de demônio. Sua morte teria sido parte de um sacrifício de sangue da seita.



Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO