Seguidores

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Segundo um livro polêmico, Princesa Diana ligou para Camilla e disse que teria “mandado alguém matá-la”

A princesa Diana teria ligado para Camilla tarde da noite e feito a seguinte ameaça: “mandei alguém para matar você”.

A princesa Diana teria ligado para Camilla tarde da noite e feito a seguinte ameaça: “mandei alguém para matar você”.
A princesa teria feito a ligação porque estava zangada com a relação entre Camilla e o príncipe Charles, de acordo com uma biografia sobre a Duquesa da Cornualha.
The Duchess: The Untold Story, escrito pela biógrafa real Penny Junor, foi publicada essa semana e exibida em uma série pelo Daily Mail.
No trecho divulgado hoje pelo jornal, Junor escreve que Camilla Parker Bowles recebeu “várias ligações ameaçadoras e raivosas da princesa no meio da noite”.

Ela escreveu: “Sem dizer quem estava falando, ela disse, tranquilamente: Mandei alguém para matá-la. A pessoa está lá fora, no jardim. Olhe pela janela. Consegue vê-la?”.
Camilla e Diana no Hipódromo de Ludlow em 1980 (foto: PA)

Junor também afirma que Diana deixou “mensagens perturbadoras em pagers e secretárias eletrônicas”.
Ela escreveu que a princesa deixou uma dessas mensagens para seu secretário particular, Patrick Jephson, dizendo: “Nós sabemos onde você está, e sua esposa também sabe. Sei que você está sendo desleal comigo”.
Junor escreveu sobre o que Camilla passou depois que seu relacionamento com Charles foirevelado ao mundo.
“O assédio se intensificou”, disse ela. “Camilla tornou-se alvo de piadas lascivas, desenhos cruéis e manchetes sensacionalistas. Ela recebia ligações perturbadoras a qualquer hora do dia e da noite, cartas abusivas, e se tornou praticamente uma prisioneira. Ela passava a maior parte do seu tempo sozinha, numa casa grande, num país sem segurança”.
“A vida se tornou terrível para ela e para seus familiares mais próximos”.

“É difícil imaginar como alguém se recuperaria de tamanha humilhação pública. A maioria das pessoas teria sido esmagada por isso, mas Camilla internalizou sua dor e mostrou bravura”.
O príncipe Charles e a Duquesa da Cornualha (foto: Rex)

Junor também afirma que Diana deixou “mensagens perturbadoras em pagers e secretárias eletrônicas”.
Ela escreveu que a princesa deixou uma dessas mensagens para seu secretário particular, Patrick Jephson, dizendo: “Nós sabemos onde você está, e sua esposa também sabe. Sei que você está sendo desleal comigo”.
Junor escreveu sobre o que Camilla passou depois que seu relacionamento com Charles foirevelado ao mundo.
“O assédio se intensificou”, disse ela. “Camilla tornou-se alvo de piadas lascivas, desenhos cruéis e manchetes sensacionalistas. Ela recebia ligações perturbadoras a qualquer hora do dia e da noite, cartas abusivas, e se tornou praticamente uma prisioneira. Ela passava a maior parte do seu tempo sozinha, numa casa grande, num país sem segurança”.
“A vida se tornou terrível para ela e para seus familiares mais próximos”.

“É difícil imaginar como alguém se recuperaria de tamanha humilhação pública. A maioria das pessoas teria sido esmagada por isso, mas Camilla internalizou sua dor e mostrou bravura”.
Charles e Diana anunciam seu noivado em 1981 (foto: PA)

Na entrevista, Diana disse: “Havia três pessoas em nosso casamento. Era um pouquinho demais”.
Junor escreveu: “Camilla passou a maior parte do tempo longe dos holofotes. Seu rosto era conhecido, e graças aos livros, vídeos e propagandas de televisão, ela se tornou uma das mulheres mais odiadas da Grã-Bretanha”.
A autora tem sido criticada no Twitter e também por comentaristas do Daily Mail, por promover um ataque à Diana.

Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO