Seguidores

domingo, 25 de junho de 2017

Padre pagará indenização por negar sepultura a luterano


O TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul) condenou o padre João Paulo Schäfer e sua diocese a indenizarem por danos morais a filha que não pôde sepultar seu pai no cemitério católico da cidade de Poço das Antas por ele ser luterano.




Paola, filha e católica, tentou sepultar os três no mesmo cemitério, mas foi impedida pelo padre.

Na época, Schäfer disse: “Só podemos sepultar em nosso cemitério pessoas católicas.”

A filha teve de sepultar o pai em Teutônia, cidade natal dele.

A primeira instância negou a indenização. Paola recorreu da sentença e agora obteve decisão favorável do TJ.

O desembargador Eugênio Facchini Neto, relator do caso, julgou que o padre Schäfer foi intolerante ao não abrir uma exceção. 

Argumentou que o sacerdote deveria ter tomado o casal como exemplo.

“[Foi] uma união amorosa e frutuosa de uma católica com um luterano, cada qual seguindo a sua crença íntima e observando seus cultos religiosos, sem que isso consistisse em empecilho para uma vida em comum.”


Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO