Seguidores

sexta-feira, 9 de junho de 2017

O vírus que quase desencadeou a Terceira Guerra Mundial

Ataque hacker deixou o planeta em alerta. O alvo: uma usina nuclear do Irã. 


Não foi uma arma química nem biológica a que quase desencadeou a Terceira Guerra Mundial. Foi, simplesmente, a primeira arma digital do mundo. Seu nome: Stuxnet.

Conforme relata o diretor Alex Gibney no documentário Zero Days, de 2016, os esforços norte-americanos e israelenses para sabotar o programa nuclear do Irã levaram à criação de um worm chamado Stuxnet. A missão era infectar as plantas de enriquecimento de urânio na cidade iraniana de Natanz. O vírus tinha a capacidade de fazer as centrífugas girarem 40% mais rápido, o que causou rachaduras em algumas delas. Também conseguia anular a ação de alarmes diante de outras situações de risco.

O governo iraniano declarou que apenas computadores pessoais da usina foram infectados. Esse ataque se tornou uma preoucupação mundial pelo temor do início de uma ciberguerra.

Segundo Gibney, o Stuxnet é um novo tipo de arma, perigosa e silenciosa. Antes, a guerra cibernética se baseava em hackear ou roubar códigos de computadores inimigos. Porém, em casos como esse, o próprio código é o que estava infectando outras máquinas e dispositivos. Para Gibney, esse poder é tão perigoso que deveria ser informado às pessoas, como se fossem armas nucleares.


Fonte: Super Curioso

Imagem: Shutterstock

Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO