Seguidores

segunda-feira, 19 de junho de 2017

O suposto episódio proibido do seriado Chaves

Suposto episódio foi proibido devido ao conteúdo e teria motivado a saída de um dos atores mais queridos do famoso seriado Chaves.
Na década de 1970, o artista Roberto Gómez Bolaños já estava fazendo muito sucesso através de sua criação: o seriado Chaves. A série de humor mexicana estava conquistando muitos corações de crianças, adolescentes e adultos no México, em vários países da América Latina e na Europa, principalmente na Espanha. Aqui no Brasil, muitos ainda assistem os repetidos episódios através da mesma emissora de TV aberta que trouxe a famosa série de humor para o país (SBT).

Apesar de todo o sucesso, através de um roteiro com elementos que até então pareciam simples e inocentes, o ator #Carlos Villagrán, que interpretava o personagem Quico, decidiu encerrar a participação no seriado.

O motivo, segundo uma creepypasta, uma lenda que circula na internet, é que Carlos Villagrán teria se desentendido com o criador da série de humor Roberto Gómez Bolaños por causa de questões criativas.

A questão criativa seria o roteiro de um episódio que deixou o ator que faz o personagem Quico muito chateado. O episódio, de tão macabro, foi a gota d'água para o ator Carlos Villagrán abandonar o seriado. Houve um debate entre artistas, produtores e executivos responsáveis pelo seriado e pelo canal de TV que exibia o programa no México e, lá, foi decidido que haveria um conjunto de mudanças e até o cancelamento desse tal episódio, mas o estrago já estava feito: o ator que interpretava o Quico, um dos personagens mais queridos, realmente abandonou o seriado no final da década de 1970.

O problema é que, apesar de ter alcançado o sucesso através de uma série de humor, o ator e realizador Roberto Gómez Bolaños tinha atração por terror e horror, e queria colocar elementos macabros no seriado de forma bem visível.

O tal episódio teria sido gravado e editado para averiguação dos executivos do canal de TV mexicano, mas supostamente teria sido destruído pela emissora. Era uma gravação original, mas rumores dizem que ainda existe uma cópia em mãos de um colecionador argentino que a teria comprado por alguns milhares de dólares.

Sobre o episódio
Esse episódio começa com #Chaves brincando no pátio da vila, andando de um lado para o outro de patinete. Logo em seguida, o Quico aparece em cena saindo de casa e olhando para o Chaves. O Quico olha chateado para o Chaves, segura no patinete e pergunta ao menino da vila quem o autorizou a brincar com os brinquedos dele (do Quico). Chaves diz que o brinquedo estava jogado no pátio, mas Quico fica com mais raiva e pede a devolução. Quico derruba o Chaves do patinete, mas este levanta, pega o brinquedo novamente e avança em direção ao Quico. O Quico corre para casa gritando pela mãe. Neste momento, o Seu Madruga sai de casa e toma o patinete de Chaves. Dona Florinda aparece, Quico diz que “ele queria me bater com o patinete” e Dona Florinda dá um tapa no Seu Madruga.

Em seguida, começa a escorrer sangue pelo nariz do Seu Madruga e ele cai no chão.

A câmera foca em Chaves, Quico e Chiquinha, que estão chorando, mas não daquele jeito diferente de cada um. O choro é o mesmo durante um tempo de cena, que dura mais do que o normal em comparação a outros episódios.

Depois, acompanhados de policiais, chegam o senhor Barriga e o professor Girafales, que vão em direção à casa de Dona Florinda, mas ninguém atende. Mesmo assim, o professor Girafales abre a porta, os policiais entram e algemam Dona Florinda. Quico se desespera e ataca os policiais, mas o senhor Barriga não deixa. Dona Florinda está com um olhar vazio e parece não saber muito bem o que houve. Quico começa a chorar, os policiais levam Dona Florinda e o professor Girafales começa a conversar com o senhor Barriga sobre a tragédia que aconteceu e pergunta sobre a causa da morte.

O senhor Barriga relata que o Seu Madruga foi lutador de boxe quando era jovem e que os socos que levara nessa época teriam causado um afundamento no crânio; a Dona Florinda o agrediu com um tapa exatamente nessa área do crânio, causando um traumatismo, e assim começou uma hemorragia cerebral que levou o Seu Madruga à morte.

O senhor Barriga diz que vai cuidar da realização do funeral e deixa a vila. O professor Girafales entra na casa de Dona Florinda. Chaves e Chiquinha, que estão sentados na escada do pátio da vila, não estão mais chorando, porém ficam com um olhar vazio. Dona Clotilde aparece na porta de casa e caminha até Chaves e Chiquinha. Dessa vez, Dona Clotilde, a Bruxa do 71, está usando um roupão preto com símbolos roxos e vermelhos.

Depois, o pátio fica vazio e o cenário parece mais escuro. Existe um pentagrama vermelho no pátio e aparece a Chiquinha sentada na porta de casa com faixas sujas de sangue enroladas nos pulsos. Em seguida, começa uma ventania, a porta de entrada da vila abre, ouve-se um barulho forte e Chiquinha olha muito assustada. Não dá para saber quem vem realmente no pátio, mas uma cena rápida mostra um ser magro enrolado num pano branco, deixando um rastro de uma espécie de gosma escura.

O ser se aproxima e Chiquinha sorri.

Episódio teria sido recusado
Segundo depoimentos, Roberto Gómez Bolaños desenvolveria uma trama baseada nesse episódio ao longo de toda a temporada, mas não houve permissão nem tempo para o episódio, considerado macabro.


Atenção: o conteúdo é baseado em uma lenda que circula na internet (creepypasta) que pode ou não ser verdadeira. Cabe a você acreditar ou não. #Episódio proibído
Fonte

Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO