Seguidores

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Novo algoritmo do MIT permite produzir qualquer coisa com papel

(Foto: reprodução)

Pesquisadores do MIT e da Universidade de Tóquio desenvolveram um algoritmo que permite criar qualquer forma a partir de um pedaço de papel suficientemente grande. Trata-se de um estudo da área de "origami computacional" feito por Erik Demaine (do MIT) e Tomohiro Tachi (de Tóquio).

Com o novo algoritmo, computadores são capazes de criar instruções de dobra a partir das quais é possível transformar um pedaço de papel em qualquer poliedro por meio de dobras. Poliedros são objetos tridimensionais compostos por determinado número de faces lisas (um cubo, por exemplo). Mas, como qualquer objeto tridimensional pode ser aproximado para um poliedro, o algoritmo de Demaine e Tachi permite criar uma reprodução em origami de praticamente qualquer coisa.
Resposta melhor que a anterior
Não é a primeira vez que os dois pesquisadores se aventuram por esse campo. Demaine já tinha criado um algoritmo parecido em 1999, e Tachi foi o primeiro a criar um algoritmo para transformar formas tridimensionais em origami, em 2008. 
O problema é que as soluções anteriores ou eram imperfeitas (não geravam padrões para todos os poliedros) ou tinham algum tipo de "trapaça". O algoritmo de Demaine, por exemplo, dependia de tiras de papel compridas e finas; quando ele era instruído a usar um pedaço quadrado de papel, por exemplo, ele primeiro dobrava-o até formar uma tira, desperdiçando boa parte do material.
Também há outra vantagem nesse algoritmo: ele consegue trabalhar as bordas dos objetos de maneira a criar recipientes. É possível usá-lo, por exemplo, para fazer um copo de papel; se o papel usado for impermeável, é possível então criar uma linha de produção de copos de papel, mais baratos e ambientalmente corretos que copos de plástico, por exemplo.
Além disso, as bordas do papel também são dobradas de maneira a coincidir com as bordas do poliedro. Assim, por exemplo, no caso do copo, suas bordas serão as bordas do papel, o que garante que não haverá "falhas" dentro do copo por onde o líquido contido nele possa cair. Esse algoritmo também garante que cada uma das faces do poliedro seja representada por uma superfície lisa, sem dobras, do papel.
Possibilidades
Embora essa técnica possa parecer meramente curiosa, ela pode revolucionar as formas como alguns produtos são fabricados - os copos citados acima são um exemplo. Objetos que dependem de materiais flexíveis (como papel) para ser produzidos poderão ser feitos, em alguns casos, de maneira mais eficiente graças a esse algoritmo.
Fora isso, o origami é uma questão matemática bastante interessante, tanto que há já diversas aplicações curiosas para máquinas criadas com origami. Um drone com formato de origami, por exemplo, já foi desenvolvido por uma empresa japonesa. Além dele, há também um robô de origami que consegue remover objetos indesejados do estômago de pessoas.
GUSTAVO SUMARES
Fonte

Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO