Seguidores

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Lembra do jovem do Acre? Verdade aparece e envolve muito dinheiro



O estudante de psicologia Bruno Borges ficou conhecido em todo o país como o 'Jovem do Acre'. Ele tem 25 anos e o seu desaparecimento virou notícia em todo o país. Ao sumir, Bruno deixou uma verdadeira coleção estranha. Ele escreveu à mão quatorze livros psicografados e deixou uma estátua enorme em seu quarto. A família pediu ajuda à polícia para saber onde ele está. No entanto, menos de três meses após o sumiço, parte da suspeita da polícia começa a ser estabelecida, de que o caso não passa de um grande golpe de marketing.

Família de jovem sumido no Acre faz contrato e lançará livros dele em série
Em entrevista ao G1, o pai de Bruno, Athos Borges, que é empresário, confirmou que vai lançar o primeiro livro do filho em breve e que a única coisa que será mantida é a ordem da divulgação.

O nome da editora que adquiriu os direitos sobre a obra não foi revelado. A data do lançamento, segundo Athos Borges, ficou por conta dessa empresa, que se interessou pelo trabalho de rapaz.

O que se sabe apenas, é que a venda foi por um montante importante. Isso porque a versão da obra de Bruno será lançada não apenas na versão impressa, mas também na eletrônica, no formato de e-book. "Vai ser feito da maneira dela, ela vai decidir como vai ser o lançamento”, disse o empresário, que agora está em mais uma polêmica a respeito do desaparecimento do próprio filho. Afinal, tudo aconteceu somente por dinheiro?

Dados dos livros de Bruno são revelados, mas conteúdo fica ainda mais misterioso
Assim que firmou um contrato com a editora, a família do jovem acriano decidiu divulgar uma espécie de sinopse da obra escrita.

No resumo divulgado, a situação fica ainda mais misteriosa. Ist se deve ao fato de que eles garantem que os livros podem ajudar as pessoas com métodos de se auto-conhecer, mas também de gerar criação através do isolamento. As publicações prometem ajudar a aumentar ainda mais os "insights" do corpo.

Amigo de artista desaparecido é detido e contratos são revelados
A polícia já havia detido um amigo do rapaz do Acre. Marcelo Ferreira foi preso depois de ser acusado de mentir durante os depoimentos. Isso porque a polícia descobriu que ele e Bruno tinham dois contratos, que firmaram em um cartório, antes do jovem desaparecer. Eles falavam sobre as divisões, justamente, da venda da obra do rapaz.


Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes para a sociedade. #Crime


Fonte

Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO