Seguidores

terça-feira, 13 de junho de 2017

Caso Roswell Desvendado? Pode ser Pior do que Imaginávamos


O Caso Roswell e a mítica Área 51, é um do pilares do mundo das teorias conspiratórias na rede. E, de fato, tudo o que o rodeia é um reflexo sobre como funcionam muitas dessas teorias conspiratórias e as forças ocultas por trás delas.

Certamente, o famoso Caso Roswell tem estado no coração da ufologia desde julho de 1947, quando os militares anunciaram sensacionalmente em um comunicado de imprensa, que haviam encontrado os restos de um disco voador caído em um deserto próximo.

Mas no dia seguinte, retrataram-se da declaração dizendo que na verdade, era um balão de vigilância danificado da Força Aérea americana.

Mais tarde, testemunhas presentes afirmaram ter visto corpos estranhos dentro da "nave acidentada", que juntamente com os restos foram levados a uma base militar secreta.

E aí nasceu o maior mito da história da ufologia, uma das teorias da conspiração mais famosas e uma das pedras angulares centradas em defender a ideia da visita de extraterrestres à Terra.

Mas agora um novo livro apresentou a teoria que supostamente poderia resolver o mistério do OVNI por excelência.


E os defensores da ufologia não vão gostar muito, apesar de que o caso continua sendo uma teoria da conspiração de primeira linha.


O pesquisador britânico sobre a temática OVNI e paranormalidade, Nick Redfern, sugere que o objeto que caiu no deserto, na verdade, era um veículo aéreo experimental secreto, que transportava cobaias humanas em seu interior, que morreram no acidente.




No livro intitulado "A Conspiração OVNI de Roswell, Expondo um Segredo Impactante e Sinistro", o autor proclama que o mito do OVNI de Roswell, foi impulsionado pelo próprio governo dos EUA para encobrir a horrível verdade que escondiam.

A teoria de Redfern provém de um entrevista que o mesmo realizou em 2001 enquanto investigava o famoso Caso Roswell.

Ele se reuniu com uma senhora, a qual afirmou ter trabalhado no Oak Ridge National Laboratory em Oak Ridge, Tennessee.

Ela afirmou que pouco após a Segunda Guerra Mundial, viu os "cobaias humanas", entre eles cidadãos japoneses, pessoas com deficiência e prisioneiros.

Ela contou que os usavam em experimentos em novos projetos de aeronaves secretas.

Através de seu testemunho e outras testemunhas com que falou nos anos seguintes, Redfern reconstruiu o que poderia realmente esconder-se por trás deste caso: que os chamados "alienígenas" encontrados no Incidente de Roswell, provavelmente foram alguns desses seres humanos dispensáveis para o governo, que foram usados nestes testes suicidas para provar os efeitos que pode-se ter sobre o corpo humano ao subir a grandes altitudes.


Segundo o livro, os experimentos colocam em teste as tecnologias obtidas do Japão e Alemanha usando gigantescos balões com telecabines anexadas que continham as vítimas dos testes.
A causa do acidente aéreo noturno de julho de 1947 que deu origem ao mito de Roswell, poderia ter ocorrido quando o balão colidiu com a embarcação que o acompanhava, o que levou o balão a explodir e a provocar uma chuva de grande intensidade de restos de estanho sobre o rancho de Mac Brazel.

O senhor Brazel havia dito que viu dois balões em seu rancho.

Algumas pessoas sugeriram que talvez os hieróglifos que algumas pessoas viram entre os restos, poderiam ter sido na realidade, escritos japoneses.

Evidentemente, esta teoria está se tornando muito controversa entre os pesquisadores da temática OVNI.

...

A esta altura, é muito difícil saber o que realmente aconteceu em Roswell, da mesma maneira que é muito difícil saber o que está escondido por trás da grande fenomenologia OVNI.

Mas se temos um espírito minimamente crítico, devemos fazer algumas perguntas.

A primeira é: Por que a eclosão da temática OVNI ocorreu pouco depois da Segunda Guerra Mundial e durante a Guerra Fria?

Por que o termo "disco voador" em relação a um OVNI, nasceu precisamente nessa época e tem sua raiz no exército norte-americano de 1952?

Por que razão cairia um artefato em 1947, precisamente nos EUA e desde então não foi visto um fenômeno semelhante em nenhuma outra parte?

Por que, se está tão claro que os extraterrestres nos visitam, nunca, jamais e sob nenhuma circunstância, há uma única imagem clara de um OVNI?


Por que nem mesmo agora, quando grande parte da população dispõe de artefatos de gravação em alta resolução?

Agora pergunte-se: O que é mais lógico pensar?

Por que caiu uma nave em Roswell com alienígenas em seu interior, devido a uma absurda avaria em uma nave espacial tão avançada que é capaz de cruzar o cosmo?


(Fazem uma viagem de anos luz com uma tecnologia que nem agora podemos imaginar e uma mangueira do motor foi desconectada... É isso? Sério?)

Ou talvez seja mais lógico pensar que o exército dos EUA realizava experimentos ilícitos e interessaram-se em criar uma cortina de fumaça para que não suspeitasse o que estava fazendo?

Evidentemente, não há um único ufólogo que queira aceitar estas evidências por duas razões: a primeira, porque a maioria deles vivem deste assunto, ou ganham dinheiro ou fama graças a isso: e a segunda, muito mais terrena, para não ficarem como idiotas e engana-bobo perante o resto das pessoas.


Não se engane: a ufologia e as teorias da conspiração que a rodeiam tornaram-se em uma indústria, a qual se alimenta e se re regenera constantemente.

E os que a mantém em pé e ganham a vida com ela, as torna muito pouco confiável.

E como acontece na grande maioria das teorias da conspiração, elas provêm dos EUA (ou do mundo anglo-saxão) principalmente, o que vem a confirmar o que temos denunciado há muito tempo neste blog: por trás da maioria das teorias da conspiração há uma vasta operação de manipulação social em grande escala, por trás da qual, muito provavelmente, encontram-se agência de inteligência do exército americano.


E, a partir dai, procede também a maquinaria de moldagem cultural (cinema, literatura, quadrinhos e televisão) os quais ajudam a cimentar esta mitologia OVNI.
Sua função, até o momento, não parece clara, porque talvez ainda vá cumprir diversos objetivos dependendo da época.


Mas parece que no fundo, sempre cumpre a mesma função: um projeto em grande escala para desviar a atenção de todas essas pessoas que querem ver além da realidade que lhes rodeiam e que, por isso, podem ser muito perigosas para o sistema. Para essas pessoas é criada uma fantasia e lhes distraem para que não coloquem seus olhos críticos e observadores em outro lugar.

O slogan central e mais famoso da ufologia, após o relançamento do tema ufologia graças a série de TV, Arquivo X. "Eu quero acreditar" é quase uma paródia das pessoas que acreditam em tais teorias. Como se rissem deles, dizendo-lhes na cara "você gostaria de acreditar".

Na verdade, o tema OVNI poderia ser a maior teoria da conspiração das últimas décadas.

Uma mentira e uma manipulação social em grande escala que poderia durar grandes momentos no futuro, graças à tecnologia que dispomos.

Isso não significa que não existam civilizações extraterrestres ou que elas não nos visitem. Mas é óbvio que não há uma única prova nem indício disso, bem pelo contrário.

Todos deveríamos refletir sobre os crédulos que somos sobre as teorias da conspiração que inundam a rede. Parece que ninguém quer perguntar-se realmente de onde saem, nem para que servem.

Isso é algo que somente se cura cultivando um espírito crítico pessoal e individualizado.


E agora pergunte-se: O que teria acontecido se essas centenas de milhares de pessoas fantasiosas, perspicazes e inconformadas, as quais passaram a vida investigando, ou dedicando horas e horas a estudar o fenômeno OVNI e teorias semelhantes, tivessem focado sua energia em mudar o mundo que tão pouco atraente lhe parece, ao invés de distrair-se com tontices fabricadas nos porões da CIA e do FBI?

Fonte

Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO