Seguidores

segunda-feira, 26 de junho de 2017

600 cachorros cometeram suicídio pulando de uma ponte na Escócia! Quando descobri o motivo, fiquei horrorizado!


600 cães saltaram de uma ponte em West Dunbartonshire, Escócia, e pelo menos 50 deles morreram. O mais bizarro dessa história é que ninguém consegue explicar o que faz animais saltarem de 15 metros de altura na “ponte do suicídio”.
dailymail
Psicólogos animais têm sugestões: alguns alegam que os cães saltam porque sentem o poderoso cheiro de lontras vivendo sob a ponte; Alguns até recorrem à teoria da caça fantasma.

Ao lado da ponte fica o castelo gótico Overton House. Os moradores locais informam que nele há um fantasma da misteriosa “Dama Branca de Overton” que tem sido avistado no castelo por mais de cem anos.

Cassie é um dos cães que saltou da “ponte do suicídio” e sobreviveu.

Nós tínhamos acabado de sair do carro e Cassie foi imediatamente para a ponte… ela virou a cabeça, olhou para cima e pulou”, disse Alice Trevorrow, a dona da cachorrinha. “Nunca esquecerei o gemido terrível que ela soltou quando pulou”.

Meu filho olhou para baixo e tudo que ele conseguia ver era um ponto. Ela conseguiu levantar-se e reconheceu meu filho, desmoronando quando ela o viu. Como ela sobreviveu, eu nunca vou saber.”
Dr. David Sands, psicólogo comportamental animal ofereceu uma explicação alternativa.
Até eu, como ser humano, sinto meus sentidos pegando fogo, sinto o cheiro da cachoeira, posso sentir o cheiro da vegetação e ver a parte gótica da ponte”, disse ele. “Eu vi fotos, mas indo ao lugar pela primeira vez, há uma sensação estranha”.
É perfeitamente natural as pessoas quererem olhar para baixo e imagino que seja o mesmo para cães.”

Eu acho que é muito provável, em todos os casos, que foi a curiosidade que matou o cão.”


Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO