Seguidores

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Senhor de 128 anos afirma ser Adolf Hitler! Será verdade?


Um idoso de 128 anos de idade vive na cidade Argentina de Salta afirma ser o líder nazista Adolf Hitler e que esteve escondido nos últimos 70 anos! Será verdade?
A notícia apareceu aqui no Brasil no dia 22 de junho de 2017 em vários sites e blogs e rapidamente se espalhou através das redes sociais. De acordo com a reportagem, um homem que teria chegado à Argentina em 1945 com um passaporte em nome de Herman Gyunterberga teria afirmado ao jornal local El Patriotaque ele é o mesmo Adolf Hitler nascido em 1889 e que teria usado passaporte falso para fugir da Alemanha!
A história é a de que o ditador Hitler e sua esposa, Eva Braun, morreram em Berlim, mas como os corpos nunca foram encontrados, rumores surgiram sobre a vinda de Adolf Hitler para a américa do sul, mais precisamente para a Argentina.
Ainda segundo o que diz na reportagem, o suposto “Hitler” chegou a se casar em solo argentino e sua esposa, Angela Martinez, acredita que seu marido não é o Führer, mas uma pessoa com doença de Alzheimer.

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?
Esse homem estaria afirmando ser Adolf Hitler! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou farsa?


Aqui no Brasil, a notícia do homem de 128 anos que teria se apresentado como o próprio Hitler surgiu no site colaborativo Blasting News
 que, não verifica as notícias antes de posta-las. Lá, ganha mais quem consegue fazer uma notícia viralizar mais (independente se ela é verdadeira ou falsa).
A verdade é que o jornal citado na notícia, o El Patriota, simplesmente não existe na Argentina! Mas isso não impediu que outros veículos de comunicação caísse na mentira. Por exemplo, o site MSN, em sua versão italiana, deu a notícia do “Hitler argentino” como se fosse real!
Além disso, uma busca em português por “Herman Gyunterberga” só nos retorna o mesmo texto publicado pelo Blasting News.

A foto da  “esposa” do “Hitler”


A fotografia da mulher que é chamada na “notícia” de Angela Martinez foi surrupiada de um vídeo do site que vende imagens para publicidade ShutterStock:

Origem

A notícia que enganou muita gente no mundo todo surgiu em um site humorístico, em junho de 2017. O famoso site satírico de língua inglesa World News Daily Report publicou a história falsa do senhor de 128 anos que estaria afirmando ser Hitler. Mesmo sendo um site reconhecidamente humorístico, muita coisa sai de lá e é compartilhado até que alguém acabe acreditando se tratar de algo real!

Conclusão


A notícia de um senhor de 128 anos afirmando ser Adolf Hitler é falsa! Ela surgiu em um site humorístico de língua inglesa e acabou enganando muita gente!
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

A internet está enlouquecida com uma modelo que parece a Barbie


A internet está enlouquecida com a modelo Nyadak Duckie Thot e não só por ela ter participado do Australia's Next Top Model. O que chamou a atenção nas redes sociais foi sua aparência de Barbie.

Tudo começou depois que a modelo australiana e sudanesa postou uma foto sua com um vestido de gala em sua conta no Twitter. “Achei que você era uma Barbie”, “Quase passei reto achando que era uma boneca. Você é maravilhosa” e “Woooooowww ela parece uma Barbie, isso é muito louco” foram alguns dos comentários que ela recebeu.
Para brincar com a situação, a modelo postou uma foto de uma boneca com o cabelo bagunçando e os dizeres: “Não sou perfeita, às vezes, dou uma escorregada”. Horas depois, chegou a pedir que a Mattel lançasse uma boneca parecida com ela.
Apesar de ter recebido diversos elogios, Nyadak já sofreu muito bullying nas redes sociais. Ela, inclusive, deu uma entrevista para a Teen Vogue falando o motivo das modelos negras ainda sofrerem preconceito por causa do cabelo. 

“Mesmo sendo mulheres negras, nós não fomos ensinadas a cuidar do nosso cabelo afro. Só aprendemos a escondê-lo. Acho que a indústria da beleza, a imprensa e os cabelereiros são os culpados. Eles não se esforçam para que as mulheres negras apareçam com seus cabelos naturais. Quem faz isso são as youtubers com seus tutorais. A indústria deveria assumir as rédeas e investir mais em nós”, afirmou à publicação.

Fonte
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Aparelho brasileiro portátil faz exames médicos em minutos sem usar seringas

Apenas 10 minutos são necessários, em média, para análises das amostras, sejam de sangue, urina, fezes ou saliva

Foi lançada nesta quinta-feira uma tecnologia que promete revolucionar – e baratear muito - os exames laboratoriais: o Hilab, da curitibana Hi Technologies. Trata-se de um aparelho portátil, do tamanho de uma base de liquidificador, capaz de ler, em 10 minutos, todas as informações médicas relevantes em um exame biológico – seja de sangue, fezes, urina ou saliva.

Em testes há cerca de um mês, o Hilab é capaz de fazer boa parte dos testes laboratoriais solicitados por médicos sem a necessidade de encaminhar o paciente a um laboratório. O próprio médico pode ter o aparelho e as cápsulas de coleta em seu consultório e realizar a leitura no momento da consulta, com custos muito mais baixos.

Atualmente, um paciente precisa ser encaminhado pelo médico a um laboratório, que realiza a coleta, envia a amostra para outro local que contenha a máquina capaz de ler as informações biológicas e, alguns dias depois, gera o resultado do exame. Depois de tudo isso, ainda é necessário retornar ao médico, que analisará esses resultados para o diagnóstico.

Com o Hilab, basta fazer um pequeno furo na ponta do dedo para coletar sangue, sem a necessidade de tirar vários tubos a partir da veia do paciente. O material biológico é armazenado em uma cápsula (foto abaixo) a partir da qual será feita, eletronicamente, a leitura.
“Os instrumentos de laboratório tradicionais, que nós também fabricamos, são muito grandes. Eles leem cerca de 600 amostras por hora e, por serem tão robustos, são também muito caros: para comprar um desses, é preciso fazer valer”, explica Marcus Figueiredo, diretor executivo da empresa. É daí que vem o grande diferencial da Hilab: “como nossa máquina é menor, precisa de menos material biológico”, conclui. 

Além disso, a startup tem parcerias de peso que geram escala para o negócio: Positivo, Intel e Microsoft caminham ao lado da Hilab oferecendo dados, tecnologia de nuvem e outras necessidades. Com isso, o serviço tem potencial para alcançar mercados mundialmente.

Preços
Os valores também são muito atrativos. De acordo com Marcus, os médicos não pagarão nada pela plataforma em si, apenas pelos resultados das análises. 

Lidas eletronicamente, as informações dos pacientes serão armazenadas na nuvem e enviadas a profissionais qualificados de saúde, que conferirão, assinarão os laudos e enviarão de volta ao consultório, tudo eletronicamente. É por esse serviço que o dono da plataforma estará pagando.

Uma tabela apresentada pelo CEO compara valores com laboratórios tradicionais. Para se ter uma ideia, um exame que custa R$ 70 reais atualmente será feito por R$ 25 pela Hilab.

Profissionais da saúde interessados já podem contratar o serviço através do site www.hilab.com.br. No site também são disponibilizados os exames que já podem ser realizados pela plataforma - de acordo com a empresa, essa seleção está crescendo exponencialmente.

Fonte
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Suposto primo do "monstro do Lago Ness" é visto em lago da Rússia

Internautas e moradores de Noyabrsk ainda não chegaram a um consenso: alguns acreditam que a criatura é uma sereia, outros, um animal do Alasca
Reprodução/CEN
O monstro foi avistado em um lago na Rússia e instigou moradores a criarem teorias sobre a criatura

Uma criatura misteriosa, que lembra o famoso "monstro do lago Ness", foi avistada em uma cidade na Rússia e tem causado controvérsias. As fotos do possível animal aquático foram divulgadas na internet e a hipótese mais aceita, até agora, é que a criatura tem parentesco com o famoso animal do mito escocês.

Nas imagens, vemos o que parece ser o  monstro  dentro das águas do lago de Kantho, em Noyabrsk. A criatura tem um longo pescoço com a pequena cabeça na sua extremidade, o que evidencia sua grande semelhança com as famosas representações de Nessie, mas algumas pessoas têm opiniões divergentes.

Depois do caso ter viralizado na internet, muitos usuários – e também moradores do local – , começaram a especular sobre a real natureza do animal. Identificado como Han, um homem declarou, segundo o portal  Daily News , que "companhias locais jogam seu lixo dentro do lago, o que cria uma atmosfera propícia para o surgimento de aberrações".

Já o internauta "yzuken456" acredita que outra criatura mitológica mora no local: uma sereia. E se esta teria migrado das lendas da antiguidade grega diretamente para a Rússia , uma nova teoria também supõe que o animal não é nativo do maior país do mundo. Netizen Petrushka, por exemplo, aposta em um hóspede do Alasca dentro das águas do lago. 

Os mistérios da Rússia 
Algumas coisas estranhas acontecem nesse país, e além de criaturas não identificadas nadando nas águas geladas da Sibéria, certos animais – estes muito bem conhecidos – , performam atividades que deveriam ser apenas inerentes aos humanos.

No começo do mês, por exemplo, as ruas da cidade de Skytyvkar presenciaram um momento bizarro: um urso foi visto passendo em uma moto  e ninguém entendeu o que estava acontecendo.
Reprodução/Crave Online
Urso negro foi flagrado andando de moto na Rússia
O caso do urso motorista fez parte de uma campanha de caridade organizada na cidade. Um grupo de motociclistas locais, os Polar Wolves (Lobos Polares), se juntou a um circo – dono do animal em questão – , para arrecadar fundos a uma clínica de psiconeurologia para crianças.

Por mais que a cena tenha feito sucesso com os moradores da cidade, e também viralizado na internet, organizações de proteção animal enfatizaram que submeter um urso a situações como esta é inadequado – além de denunciarem inúmeros casos animais que são torturados por companhias circenses, estas, citadas como verdadeiros monstros por algumas ONGs.

Fonte
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Mulher que fingiu ser homem para fazer sexo com amiga é condenada e lamenta: “Não posso voltar para a cadeia”

Gayle Newland persuadiu sua vítima a usar uma venda nos olhos quando elas se conheceram pessoalmente, após criar uma personagem online “perturbadoramente complexa”. –PA

Uma mulher foi condenada por fingir ser um homem por mais de dois anos, numa trama “surpreendente”, para enganar uma amiga e levá-la a fazer sexo com ela. Após um novo julgamento, no qual foi condenada, ela chorou no banco dos réus, dizendo: “Não posso voltar para a cadeia”.
Gayle Newland, de 27 anos, criou uma personagem online “perturbadoramente complexa” para atingir a sua “estranha satisfação sexual”.
Um júri da Manchester Crown Court considerou Gayle culpada por agressão sexual. Gayle usou uma prótese peniana sem o consentimento de sua vítima.
Ela chorou no banco dos réus, sacudindo a cabeça. Em certo momento, chegou a dizer: “Não posso voltar para a cadeia”. Uma das mulheres no júri estava visivelmente perturbada, lutando para conter as lágrimas por causa da angústia de Newland.
O juiz de Manchester, David Stockdale QC, concedeu fiança a Newland na primeira sentença, que foi dada dia 20 de julho. Mas ele disse que havia uma probabilidade “esmagadora” de que ela recebesse “uma sentença de prisão imediata significativa”.
Newland, de Willaston, Cheshire, foi presa em novembro de 2015, condenada a oito anosde cadeia após um júri da Chester Crown Court julgá-la pelas mesmas infrações.

Mas a condenação foi anulada no julgamento de apelação em dezembro do ano passado. Um novo julgamento foi feito sob a premissa de que o caso não foi justo e equilibrado.
Gayle Newland chegando ao Manchester Crown Court para um novo julgamento: Peter Byrne/PA
A autora da denúncia disse que ela foi persuadida pela acusada a usar uma venda nos olhos, em todos os momentos do encontro entre as duas. Ela só descobriu que estava transando com Newland quando removeu a venda.
Newland alegou que sua acusadora sempre soube que ela estava fingindo ser Kye Fortune – um perfil do Facebook que ela criou quando tinha 15 anos de idade, usando fotografias e vídeos de um homem americano. Ela agia como se fosse Kye enquanto tinha problemas em aceitar a própria sexualidade.
Ela disse que nenhuma venda foi usada enquanto as duas fizeram sexo, umas 10 vezes, no apartamento da vítima, em 2013.
A ré também disse ao tribunal que não usou ataduras nos seios ou outros artifícios que escondessem sua aparência e sexo.
A ré passou “centenas” de horas falando ao telefone com a amiga como Kye, e mais de 100 horas em sua companhia.
Gayle Newland, numa foto liberada pela polícia após sua primeira condenação. Créditos: polícia de Cheshire.
Nesses encontros, de acordo com a autora da denúncia, ela era obrigada a usar uma venda, o tempo todo – incluindo assistir televisão juntas, passear de carro e até tomar banhos de sol.
Simon Medland QC disse ao júri: “Essa mulher, manipuladora, enganadora e muito astuta, fez tudo o que pôde para controlar a vida da queixosa e obrigá-la a fazer o que ela quisesse”.
Os vereditos podem ser relatados após consideradas as restrições impostas no início do novo julgamento. Newland foi considerada culpada de três acusações de agressão sexual e inocentada de uma quarta.
O júri, composto de nove mulheres e três homens, chegou a um veredito de 11-1 após deliberar por 17 horas e 25 minutos.
Danny Boyle
Fonte
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

A fragrância 'mais cara do que ouro'

HASSAN AMMAR/AFP/GETTY IMAGES - A aquilária é formada quando as árvores Aquilaria são infectadas com mofo
A fragrância de milhares de incensos pairava pela apertada entrada da loja Wing Lee Joss Sticks & Sandalwood Company, um negócio familiar tradicional do bairro de Yau Ma Tei em Hong Kong. As paredes estavam repletas de pacotes de incenso cor de ouro e escarlate, mas, escondido em um armário de vidro, estava o incenso mais valioso de todos: madeira de ágar (agarwood ou aloewood em inglês).

O cheiro pungente e terroso dessa madeira deu o nome a Hong Kong, que em cantonês significa Porto Perfumado. O aroma é um lembrete de como esse antigo porto colonial de comércio, hoje um hub financeiro internacional, já ocupou o papel principal no comércio de incensos ao Oriente Médio e além.
ALAMY - A resina na aquilária é usada para produzir óleo oud, que é frequentemente descrito como "ouro líquido"
Hoje com 84 anos, Yuen Wah trabalhou no negócio de incensos por mais de 70 anos. Seu filho Kenny, que agora dirige a Wing Lee, expandiu o negócio para a China continental, criando lojas em Pequim, Xangai e Harbin. Apesar de ter se aposentado, Wah ainda visita sua antiga loja na conhecida Shanghai Street.
"A madeira de ágar sempre foi uma madeira cara", disse Wah, lembrando do tempo em que começou a trabalhar na indústria, aos 13 anos de idade. "No passado, ela era usada na medicina e era um ótimo analgésico. Agora passou de uso medicinal para ser usada como incenso".
A madeira de ágar é criada quando aquilárias, árvores do gênero Aquilaria, tradicionalmente plantadas ao redor de vilarejos devido a suas propriedades de Feng Shui (técnica milenar chinesa de regras de decoração e disposição para melhorar o fluxo de energias positivas), são danificadas, o que permite que um mofo ataque a madeira.
Quando cortada, a madeira escura, infectada e repleta de resina é separada da madeira saudável, sem cheiro e cor de creme.
E é essa preciosa resina que deu à madeira de ágar o codinome de "rainha do incenso" - e por isso, foi intensamente comercializada no Oriente Médio (onde também é conhecida como oud) e na Ásia. Dados das dinastias chinesas Tang e Song mostram que era uma commodity de alto valor, e seu aroma forte tem associações históricas com várias religiões, como budismo, taoísmo, islamismo e cristianismo.
Hoje, pedaços pequenos de madeira de ágar coletados para a fabricação de incenso são vendidos a pouco mais de R$ 24 mil o quilo. Uma escultura feita à mão em um pedaço maior de madeira de ágar, representando uma árvore, estava à venda na Wing Lee por HK$ 1.2 milhões (pouco mais de R$ 500 mil).
"São como peças de arte", diz Wah.
A resina é especialmente cobiçada pelo uso em perfumes e incensos. Ela é destilada para criar óleo oud, ingrediente essencial em perfumes de luxo como Privé Oud Royal, da Armani, e M7 Oud Absolu, da Yves Saint Laurent. O preço do oud foi estipulado em cerca de R$ 126 mil o quilo - por isso é frequentemente é descrito como "ouro líquido".
Mas a enorme demanda por madeira de ágar nas últimas décadas levou as espécies de Aquilaria em Hong Kong à beira da extinção.
INGRID PIPER - A aquilária é alvo de exploração ilegal de madeira
A Asia Plantation Capital (APC, na sigla em inglês), uma das maiores plantadoras comerciais de aquilária da Ásia, está tentando salvar as árvores ao encorajar plantações sustentáveis em Hong Kong e em outras partes da Ásia. Eles acreditam que apenas algumas espécies selvagens ainda existem em Hong Kong, apesar de o governo local afirmar ter plantado 10 mil mudas por ano desde 2009.
Plantar mudas não é garantia de sobrevivência, já que as árvores levam anos para alcançar a maturidade. E a atual população madura está ainda mais ameaçada por causa da extração ilegal.
"Os madeireiros procuram árvores antigas que são naturalmente infectadas, já que elas têm mais valor, então essas árvores estão cada vez mais em perigo", diz Gerard McGuirk, diretor de vendas em Hong Kong. "Agora em Hong Kong você terá sorte se achar uma árvore com 30 anos de idade".vores que ainda existem na natureza está em discussão, é evidente que está ocorrendo uma pilhagem desenfreada das espécies selvagens.
Perto do vilarejo de Shing Ping, próximo à fronteira com Shenzhen, Koon Wing Chan, da terceira geração de plantadores de aquilária, toma conta de uma plantação de cerca de 6 mil árvores. Ele é o único produtor de aquilária de Hong Kong. E, em uma tentativa de sustentar, preservar e vender essa espécie ameaçada, ele fechou uma parceria com a APC.
INGRID PIPER - Plantações como as de Koon Wing Chan são uma maneira sustentável de plantar aquilária
Para mostrar como essas árvores selvagens sofrem com a ação de extração ilegal, a APC oferece tours guiados na fazenda de Chan e em vários parques públicos que abrigam aquilárias.
Perto da plantação de Chan, no parque Pat Sin Len, o ar é denso com o aroma de madeira de ágar emanando das árvores que foram cortadas e reduzidas a troncos despidos.
"Nem toda árvore terá resina, então os ladrões estão fazendo suas apostas", disse Wah. Na natureza, apenas 7% das árvores produzem resina.
Na parte mais densa do parque, abafada e cheia de mosquitos, o odor distinto é um sinal de que madeireiros ilegais terão alguma recompensa por um risco que pode resultar em 10 anos de prisão.
Nos últimos dois anos, a polícia e o Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação (AFCD, na sigla em inglês) realizaram 35 operações contra a extração ilegal em locais como Sai Kung, ilha de Lantau e regiões norte dos Novos Territórios.
Agora, o AFCD planeja testar o monitoramento eletrônico remoto de árvores e um circuito de televisão na Reserva Natural Tai PO Kau, na costa oeste do território, além de plantar mais mudas em seu Viveiro Tai Tong, perto de Yuen Long.
INGRID PIPER - A APS oferece excursões guiadas em parques locais para educar visitantes sobre a árvore ameaçada
Plantar algumas mudas nos parques de Hong Kong parece não ser uma atitude eficaz para impedir a extração ilegal, mas o interesse cada vez maior de investidores em plantações ambientalmente sustentáveis de aquilária poderiam salvar as árvores de incenso de Hong Kong da extinção.
"Nós temos plantações de aquilária em cinco países e acreditamos fortemente em sua sustentabilidade holística, investindo nas comunidades que operamos para criar impacto social positivo", diz Watt.
"Nossa parceria estratégica com Chan nos ajudará a oferecer apoio e conhecimento para desenvolver oportunidades comerciais de longo prazo em Hong Kong com uma base sustentável enquanto também ajudamos Chan a produzir óleo oud localmente", disse.
Ingrid Piper
Fonte
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!

Os cientistas descobrem que esse alimento comum não apenas alimenta células do câncer ... Ele as cria!

Primeiro perceber que, mesmo sem ser diagnosticado com câncer, todos nós temos pelo menos algumas células cancerosas flutuando em nosso "terreno interior".

Um sistema imune decente que reside em um terreno interior de pH ligeiramente alcalino ou neutro é capaz de afastá-los e mantê-los de colonização em massas tumorais.
.
Por outro lado, aqueles que se dedicam principalmente à SAD (Standard American Diet), que inclui muitas fábricas de carne cultivada e junk foods saturados de açúcares refinados ou xarope de milho de alta frutose (HFCS),  que os alimentos processados ​​usam mesmo com seus não- Produtos doces para mantê-lo viciado,  juntamente com todos esses carboidratos refinados em produtos refinados de grãos cozidos, estão adicionando combustível (literalmente) ao fogo do câncer.
A oncologia geral ignora a descoberta do Prêmio Nobel dos anos 1930 por Otto Warburg, também conhecido como o "efeito de Warburg": quando as células normais começam a não respirar oxigênio a utilizar a glicose e os nutrientes metabólicamente para a energia celular, eles dependem da fermentação de açúcar para prosperar sem oxigênio e tornar-se canceroso.
Em vez disso, os oncologistas administram terapias de quimioterapia enquanto dão aos seus pacientes sorvete e biscoitos enquanto o veneno é injetado neles. Grandes lucros do tratamento e venda dessas drogas tóxicas com lucro também.
"As células cancerosas consomem açúcar aproximadamente 19x mais rápido que as células saudáveis".  Dr. Murray Susser, MD
A medicina comum se recusa a olhar para a dieta como uma função da potencial disfunção metabólica que ajuda a promover e manter o câncer ao mesmo tempo que afirma a disposição genética como principal causa de câncer.
Sua arrogância e lucros incríveis prosperam a partir de intervenções tóxicas, como quimioterapia e radiação. A primeira preocupação com a prevenção ou eliminação do câncer deve ser o que você coloca no seu corpo. Isso te dá controle sobre o câncer.
É um acéfalo quando se trata de evitar refrigerantes, sucos com açúcares adicionados, doces, doces e alimentos processados ​​que usam grãos processados ​​e até mesmo adicionar açúcar ou HFCS a alimentos que não são nem doces. Isso é para mantê-lo viciado mesmo que não possa prová-lo. O açúcar refinado é realmente aditivo, alguns afirmam que é tão viciante quanto a cocaína.

Um estudo recente que faz com que o açúcar seja cancerígeno

Mas agora é ainda pior. A Green Med Info descobriu um estudo que parece estar escondido do olho do público e certamente não é bem-vindo no nosso sistema de oncologia ortodoxa. Seria calafrio os lucros dos negócios de alimentos e refrigerantes se o açúcar refinado for visto como cancerígeno.
O estudo "Aumento da absorção de açúcar promove oncogênese através de caminhos EPAC / RAP1 e O-GlcNAc" foi publicado no Journal of Clinical Investigation (JCI) 2013-2014. Como é um diário de acesso gratuito,  você pode acessar o texto completo, não apenas o resumo, aqui .
Pergunto-me como é que este estudo não fez muita agitação no nosso sistema de cuidados doente, pois é tão acessível. Em vez disso, foi descoberto por um pesquisador de pesquisa da Green Med Info.
É obviamente cheio de detalhes bioquímicos, que é o que os médicos devem estar familiarizados. Por enquanto, vamos nos contentar com o relatório resumido de um colega de estudo, que foi um estudo in vitro (culturas, petri e test tubes) em oposição a um estudo in vivo (animal ou humano). Desta forma, eles podiam realmente brincar e analisar os resultados com total controle.
Aqui está a linha inferior deste estudo: o  aumento da absorção de glicose leva a fases iniciais da criação de células cancerígenas, enquanto o consumo de glicose diminui as células cancerosas reversas em células normais. Em outras palavras, o açúcar é cancerígeno, bem como forragem para células de câncer já existentes.
É importante não confundir a enorme quantidade de açúcar refinado, açúcar de mesa ou HFCS, um ingestão com refrigerantes e alimentos processados ​​com açúcares e frutose naturais nos alimentos vegetais, independentemente de quão alto seja o índice glicêmico. Sucos de frutas não precisam de açúcares adicionados, mas muitos sucos de frutas têm açúcar adicionado. Esse é o tipo de bebida ou alimento que precisa ser evitado.
Mas o açúcar de mesa é refinado e a maioria dos pães e pastelarias da prateleira é composta de grãos refinados que são carboidratos refinados, que se tornam açúcar instantaneamente sem qualquer nutrição compensadora. Eles são processados ​​a partir de alimentos inteiros para serem independentes de outros compostos que equilibram alimentos inteiros naturais para torná-los benéficos.
Um interessante trecho informativo do  Cancer Tutor:
O Dr. Tony [Antonio] Jiménez dá a  hipótese de que o açúcar de produtos orgânicos pode não contribuir para o crescimento de células cancerígenas, como sua contraparte adulterada [açúcar refinado / HFCS]. Ele explica que as células de mamíferos humanos absorvem moléculas levógira (girando a esquerda), enquanto que as células cancerosas só podem assimilar moléculas dextrorotatórias (girando direito).
Essencialmente, as frutas em seu estado natural contêm açúcares giratórios à esquerda, enquanto que as frutas influenciadas por OGM consistem apenas em açúcares giratórios corretos. Dr. Jimenez conclui que o índice glicêmico não é tão importante quanto a fonte e linhagem das frutas e vegetais que comemos. Como exemplo, o Dr. Max Gerson usou o suco de cenoura como uma terapia alternativa bem sucedida, apesar do alto índice glicêmico.

Uma dica fácil que não é tão fácil para muitos

Então, aqui está a simplicidade de tudo. Evite colocar adição de açúcar aos seus alimentos e bebidas, evite todos os doces e alimentos processados, mesmo os que não são obviamente doces contêm açúcares refinados adicionados para mantê-lo voltando para mais devido à sua qualidade aditiva.
Isso é mais difícil para a maioria do que você pensa. Conheci uma mulher americana no México que foi aconselhada a retornar ao Texas e ter um hospital de câncer superior para determinar o estado de uma massa detectada em seu trato gastrointestinal. Eu aconselhei-a a retirar o açúcar porque, se acabasse sendo câncer, isso exacerbaria sua condição.
Ela caiu e gemeu ligeiramente, indicando a impossibilidade de tal abstinência para ela. Eu li relatórios suficientes de cônjuges, amigos e parentes que mostram que muitos não estão dispostos a fazer mudanças na dieta para curar câncer, e qualquer terapia que eles usaram falhou provavelmente por causa disso.
Muitos preferem apenas fazer o que os médicos dizem e comer e beber o que eles querem. E alguns querem a mesma liberdade mesmo enquanto evitam a quimioterapia ou a radiação. Isto é especialmente verdadeiro entre aqueles que usam cannabis como uma "bala prateada" para tratar seu câncer.
Apesar de todos os produtos químicos cancerígenos que cobrem nossa biosfera, temos uma área que está no nosso controle - evitando açúcares refinados e carboidratos.
Fonte: Real Farmacy
Curta Nossa Página no Facebook
Sua partilha é muito importante e nos ajuda a continuar criando conteúdo. COMPARTILHE! Clica logo ali mais abaixo. Obrigado!
Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO