Seguidores

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Arqueólogos descobrem o primeiro papa: O que eles encontraram pode provar que Jesus nunca existiu!

Os restos do primeiro papa católico foram exumados pelos arqueólogos e para a surpresa de muitos ele estava notavelmente bem preservados, bem como a revelação de alguns segredos que a igreja teria ficado enterrada.
 
A DESCOBERTA DO PRIMEIRO PAPA REVELA SEGREDOS CATÓLICOS

O homem que acredita ser o primeiro papa morreu em torno de 155 A.D e foi inicialmente enterrado na catedral na cidade de Aquileia. A catedral foi derrubada, e o túmulo abriu em 1789 antes de ser transferido para uma capela para ser enterrado novamente em 1875. A preservação notável foi devido a uma combinação do grande número de umidade e de plantas dentro do túmulo e do fato que foi enterrado nos meses do inverno, permitindo menos decomposição nos primeiros meses que o
corpo foi enterrado. Mais interessante ao lado do corpo, os arqueólogos encontraram numerosos documentos também preservados a partir do momento de sua morte detalhando relatos alternados de eventos­ chave e até alguns que sugerem que o Messias era, de fato, uma invenção criada pelos cristãos da época para promover sua agenda. Se os documentos forem verificados como genuínos,
poderia lançar dúvidas por todo o sistema de fé católica/cristã que já foi danificado muito nos últimos anos devido a numerosos escândalos.



Ao lado dos numerosos relatos conflitantes da vida de Jesus estão também centenas de outras
histórias relacionadas a outros profetas semelhantes ao longo dos tempos, muitos dos quais têm semelhanças impressionantes com Jesus.


Dos documentos encontrados, parece que a vida de Jesus como a maioria das pessoas sabe que
foi em grande parte criada a partir de momentos escolhidos a dedo das histórias de outras figuras messiânicas anteriores da história. A verdadeira vida de Jesus, que a ciência tem apoiado foi uma pessoa real, pode ter sido muito diferente e não de todo como a Bíblia sugere. Algumas das outras figuras messiânicas que antecederam Jesus, mas têm semelhanças impressionantes incluem Horus e Mithras, ambos os quais dizem ter sido a base de alguns da história de vida de Jesus no passado. Horus, o deus egípcio do céu e da realeza, nasceu de uma virgem, batizada aos 30 anos e tinha 12 discípulos. Ele também foi crucificado e ressuscitado similarmente a Jesus milhares de anos depois.


Mithras era um deus de culto romano e também teve um nascimento virginal, teve um festival no dia 25 de dezembro, marcou seus seguidores na testa, foi associado com o leão e o cordeiro, sacrificou­-se e teve um dia sagrado no domingo. Todos os séculos antes de Jesus ter nascido ou o cristianismo tinha enraizado. Via: www.parallelstate.com

Mais informações sobre Mithras podem ser encontradas em:
http://www.truthbeknown.com/mithra.htm

17 comentários:

  1. QUANTA MENTIRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    SO TROUXAS PARA ACREDITAR, MEU DEUSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    .............

    VOCÊS NAO TÊM MEDO DA JUSTIÇA DIVINA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe o que você é? um hipócrita de merda, que não respeita os outros, um CÂNCER na sociedade, com essa bosta de religião, você, VOCÊ MESMO SEU IDIOTA, VOCÊ VAI PRO INFERNO, POR FALAR MERDA SEU LIXO

      Excluir
  2. CONCORDO COM O ARTIGO EM GÊNERO NÚMERO E GRAU JESUS - HISTÓRIA
    Não existe jesus. Esse mito também é invenção dos romanos para acalmar as revoltas na Palestina numa época em que o império já estava enfraquecendo. Entre os vários revoltosos inclusive vários com o nome Yoshuá ou Iesus em latim, escolheu-se um, e o colocaram como mártir de uma religião que pregava amor e paz e com isso conseguiram espalhar pelo Oriente Médio esse culto manso. Só que os sacerdotes judeus nunca aceitariam e a briga continuou. O que segurava as rédeas dos judeus era a corrupção mesmo. A maioria dos sacerdotes se vendiam às autoridades romanas. Levada para Roma a seita se propagou através dos gregos, na época submetidos ao domínio romano, daí o nome grego de CRISTÃO ou os seguidores de "christos" ( o ungido) e se espalhou em Roma tornando-se uma religião apesar das perseguições de muitos imperadores Romanos. Mas por volta do ano 300 o imperador Constantino de Roma do Oriente, Constantinopla, hoje Istambul (Turquia) OFICIALIZOU a religião cristã em Roma (com estátuas de IESUS iguais a Constantino) e claro NO MUNDO da época tudo era imposto pelo Imperador e sua corte, claro e os exércitos matavam quem não seguisse a nova religião, inaugurando assim a Idade Media ou Idade das Trevas onde TUDO era considerado pecado e os religiosos enriqueceram e ficaram poderosos e implacáveis com quem não se convertesse ao catolicismo....mais ou menos como hoje... quem escreveu histórias milagrosas foram os que inventaram jesus: O Imperador Constantino e sua corte composta de escritores históricos e INVENTORES de histórias também até porque o importante já naquela época (século III) era dar MUITO CRÉDITO E FUNDAMENTOS SÓLIDOS a uma religião RECÉM FUNDADA e que deveria derrubar uma religião romana de séculos com templos, estátuas e muitos deuses ainda muito enraizados na cultura do povo romano> Fácil de entender. Imagine os muçulmanos implantando a religião muçulmana sobrepondo-se ao cristianismo no Brasil, por exemplo. Seria a mesma coisa: somente às custas de muito derramamento de SANGUE ,LEIS TERRÍVEIS impostas goela abaixo até o povo se acostumar e seguir o que os califas impuserem - isso talvez após a primeira ou segunda geração!!! (texto escrito por Prof. Valter Moraes).

    ResponderExcluir
  3. Mas Jesus foi inventado. Por ele próprio ou por outro, mas n deixa de ser notável. Quem estuda religião a fundo sabe disso! É só ler a Bíblia segundo Judas. A Bíblia de Barnabé, Tome ...

    ResponderExcluir
  4. Já li muito a respeito, se estudar a história das outras religiões vemos que o cristianismo nada mais é do q uma junção das outras, pq era mais fácil fazer as pessoas se convertem a partir de histórias familiares, do q com doutrinas totalmente diferentes. Mas o artigo perde credibilidade por ser mal traduzido, tem q revisar bem o texto, não tem muita coerência. Faltam vírgulas e fica sem sentido.

    ResponderExcluir
  5. Deus existe? Só minha FÉ, ou sua FÉ, não prova isso! E olhamos ao Universo, e refletimos muito sobre Deus... E então, a única resposta que merecemos, é esse fato... TENHA FÉ?!

    ResponderExcluir
  6. Quanta asneira O Deus maravilhoso te adoro Senhor Deus e agradeço pelo teu Finho Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  7. Totalmente fake...a primeira foto é de Peder Winstrup uma mumia contemporanea, aoutra de manuscritos do mar morto, noticia mais falsa que nota de R$ 3,00

    ResponderExcluir
  8. Isso é tudo mentira, Jesus existiu e ainda habita entre nós

    ResponderExcluir
  9. Nunca vi tanta merda escrita juntas
    Deus existe Jesus existe sim é eu creio nisso e não é um idiota qualquer usando fotos de múmias sei la de que século que vai me prova e ao contrário vai se ferrar e cassar o que fazer em vez de ficar aí inventando mentiras seu retardado . Que Deus tenha piedade de vc na hora da sua morte por falar que o filho dele nunca existiu palhaço.

    ResponderExcluir
  10. Pior que é verdade!
    Pensei que era mentira! Mais dei uma pesquisada! É verdade! "Caraca a verdade doi."

    ResponderExcluir
  11. criem vergonha na cara parem de falar mentiras sobre o filho de Deus

    ResponderExcluir
  12. Fudeu...... Vamos continuar acreditando no políticos????

    ResponderExcluir
  13. pra mimessa mumia e do Fidel kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO