Seguidores

terça-feira, 4 de abril de 2017

Urgente: Cometa contraria previsões e passa MUITO perto da Terra sem que ninguém esperasse


PAULFLEET/ISTOCK
O cometa 41P/Tuttle-Giacobini-Kresak foi visto no espaço pela primeira vez em 1858. (Só em 1907, porém, os cientistas conseguiram confirmar que era ele mesmo!).

De lá pra cá, apenas se sabia que o 41P orbitava o Sol e que, eventualmente, passaria pela Terra – só não se imaginava quando.

Ele faz uma volta no Sol a cada 5,4 anos e, nessa viagem, até chega a se aproximar da Terra. Previsões posteriores sugeriram algo entre 1928 e 1934, mas como nada aconteceu nessa época, acreditou-se que ela já tinha se distanciado de nós.

Mas, ele decidiu realizar sua maior aproximação da Terra no último dia 1º de abril e passou a ser chamado de “Cometa do Dia da Mentira”. Na ocasião, o 41P ficou há cerda de 20 milhões de km distante do nosso planeta – mais ou menos a 55 vezes a distância da Terra e da Lua. Essa foi a maior aproximação que o 41P já fez da Terra.

Cometa perto da Terra

REPRODUÇÃO/NASA/CHRIS SCHUR
Com a aproximação do Cometa do Dia da Mentira da Terra, será possível descobrir detalhes sobre sua composição e seu núcleo, que são parte da família Júpiter. “Poucos deles (desse tipo de cometa) foram estudados”, por isso a análise é tão importante, diz DiSanti.

Com essas informações, pode-se construir uma árvore genealógica e traçar a história de como e onde esses objetos se formaram enquanto o universo também estava tomando forma.

“Os cometas são o resto do sistema solar primitivo. Cada cometa que entra no bairro da Terra nos dá a chance de acrescentar ao nosso entendimento dos eventos que levaram à formação do nosso próprio planeta”, aponta Michael DiSanti, da Nasa.

ESCRITO POR
PATRÍCIA BELONI
Fonte


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO