Seguidores

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Rabanetes foram plantados em solo marciano e você vai ficar surpreso com o que foi colhido

FACEBOOK/FOOD FOR MARS AND MOON/REPRODUÇÃO
Você já imaginou que podemos cultivar alimentos em outros planetas? Pois essa realidade está muito próxima, se depender de alguns cientistas holandeses. Eles provaram em um experimento que é possível plantar vegetais comestíveis em solo marciano, e na Lua!

Os pesquisadores em questão são da Universidade Wageningen, e ficaram preocupados que mesmo que o alimento crescesse, poderia conter altos níveis de metais que seriam tóxicos para humanos, mas testes com tomates, ervilhas, rabanetes e centeio provaram que o cultivo não é somente seguro, mas possivelmente mais saudável do que os que crescem em solo terráqueo.

Cultivo em solo marciano
Na foto abaixo, você vê três rabanetes, o primeiro (esquerda) foi cultivado na Lua, e é o menor de todos. O do meio é de solo marciano, e tem praticamente o mesmo tamanho do cultivado na Terra.


“Para rabanete, ervilha, centeio e tomate, nós fizemos uma análise preliminar e os resultados são muito promissores”, disse o Dr. Wieger Wamelink ao Telegraph, do Reino Unido. “Nós podemos comê-los”.
A pesquisa, porém, mostrou que os rabanetes têm altos níveis de alumínio, ferro e níquel. Os outros vegetais não apresentaram metais. Entretanto, os cientistas acham que o problema pode estar apenas do lado de fora, e lavar o solo seria o suficiente para levar os níveis dessas substâncias para baixo, e deixá-los seguros para serem comidos.

FACEBOOK/FOOD FOR MARS AND MOON/REPRODUÇÃO
Acima, as vagens cultivadas em Marte, na Lua, e na Terra, respectivamente.

Colônia em Marte

FACEBOOK/FOOD FOR MARS AND MOON/REPRODUÇÃO

(Tomates cultivados em solo marciano)

A Nasa disse que quer estabelecer uma colônia em Marte até 2030. A Agência Espacial Europeia está esperando voltar para a Lua mais cedo ainda. Mas, se os planos forem realizados, astronautas vão precisar aprender a cultivar sua própria comida.

Os pesquisadores agora testam feijões verdes, rúcula, espinafre e batatas, e estão pretendendo fazer experimentos em vitaminas, flavonoides e alcaloides.
Fonte


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO