Seguidores

sábado, 29 de abril de 2017

Javalis radioativos: o novo drama que aflige Fukushima


Governo japonês declarou guerra aos animais, que estão com um nível de radiação 300 vezes maior que o tolerado pelos humanos. 

A carne de javali era, sem dúvida, uma das maiores iguarias para os habitantes do norte do Japão. Depois do acidente nuclear na usina de Fukushima, ela deixou de ser alimento e se transformou em pesadelo. 

Javalis contaminados por radiação de césio-137 (em um nível aproximadamente 300 vezes maior que os padrões seguros para a vida humana) circulam livremente pelas ruas de Fukushima. Alguns ocuparam casas abandonadas após o desastre nuclear e não demonstram qualquer tipo de medo com relação aos humanos – pelo contrário, estão propensos a atacá-los.

Os moradores que querem retornar aos seus lares não se atrevem a fazê-lo com medo dos animais, cujo nível de radioatividade os torna extremamente perigosos. As autoridades japonesas estão realizando uma verdadeira matança por meio de armadilhas, drones e franco-atiradores. Nos últimos três anos, grupos de caçadores locais mataram aproximadamente 13 mil javalis – mas isso não parece ser suficiente.
Estima-se que o desmantelamento da usina nuclear, que tornaria Fukushima livre da radioatividade, poderá levar pelo menos 40 anos.


Fonte: History
Imagens: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO