Seguidores

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Estranha luz em Marte já tem explicação, dizem cientistas da NASA



Cientistas explicam o que poderia estar causando a misteriosa luz no Planeta Vermelho. E você, o que acha?

Os cientistas estão jogando água fria em um suposto avistamento de OVNI em Marte, que foi registrado pela sonda Curiosity da NASA.

As imagens feitas nos dias 2 e 3 de abril de 2014 atraíram a atenção de todo o mundo. Apesar de entusiastas de OVNIs estarem discordando, os membros da equipe da missão dizem que existe uma explicação perfeitamente plausível para o flash de luz de Marte.

foto da estranha luz em Marte foi divulgada pela NASA. Um registro feito pela sonda Curiosity mostrou uma estranha luz na superfície do planeta, o que foi suficiente para gerar debates sobre qual seria a origem da misteriosa luz.



    "Uma possibilidade é que essa luz seja o brilho de uma superfície rochosa refletindo o Sol. Quando essas imagens foram tiradas, o Sol estava na mesma direção que o ponto brilhante, a oeste - noroeste da sonda, e relativamente baixo na céu", disse Justin Maki, lider e engenheiro de câmeras da sonda Curiosity.



    "A equipe da missão também está abrindo a possibilidade de que o ponto brilhante pode ser luz solar que interferiu na câmera, diretamente através de um orifício na caixa principal da câmera, o que já aconteceu anteriormente em outras câmeras de outras sondas que exploraram o Planeta Vermelho", acrescentou Justin Maki, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, Califórnia. "Acreditamos que seja um vazamento de luz no orifício de ventilação da câmera ou então uma pedra que refletiu a luz solar".


    Foto da sonda Curiosity da NASA mostra misteriosa luz
    na superfície de Marte. Créditos: NASA / JPL-Caltech

    "Nas milhares de imagens que recebemos da sonda Curiosity, vemos os pontos brilhantes quase todas as semanas", diz Justin Maki.

    Vida inteligente em Marte?

    Ufólogos já estão divulgando as imagens da luz em Marte como uma possível evidência não só de vida marciana, mas também de uma civilização avançada em Marte.

    "Uma fonte de luz artificial foi vista esta semana nesta foto da NASA, que mostra a luz que brilha para cima a partir do chão ... ", escreveu Scott Waring no site UFO Sightings Daily . "Isso pode indicar que há vida inteligente abaixo do solo e que essa vida utiliza a luz elétrica como nós. [sic] "



    Suposto rato na superfície marciana é um exemplo de pareidolia.
    Créditos: NASA

    luz em Marte não é a primeira foto do Planeta Vermelho a causar agitação entre os sites de OVNIs e UFOs. Em dezembro de 2013, por exemplo, em uma foto panorâmica do Planeta Vermelho havia algo que se parecia muito com um "rato", que estaria entre duas rochas.





    Imagem feita pela sonda Viking 1 em 1976  mostra um
    suposto rosto na superfície de Marte, outro exemplo
    de pareidolia. Créditos: NASA


    suposto roedor marciano é um exemplo de um fenômeno psicológico chamado pareidolia, que se refere à tendências do cérebro humano de perceber formas familiares em imagens vagas ou aleatórias, dizem os especialistas. Outro exemplo de pareidolia é o famoso rosto em Marte, supostamente visível em fotos tiradas pela sonda Viking 1 da NASA em 1976.

    luz em Marte é algo diferente, já que não é um produto da nossa imaginação. Mas as chances são muito pequenas de que a luz seja um sinal de vida marciana, dizem os pesquisadores, especialmente porque o flash não é visível em outras imagens do mesmo local, que inclusive foram feitas quase que simultaneamente em 2 de abril e 3 de Abril pela câmera de navegação do robô Curiosity.

    É claro que tudo isso não quer dizer que a vida nunca existiu em Marte. A sonda robô Curiosity já encontrou evidências de um antigo sistema de fluxo de água líquida e um lago, o que sugere que o Planeta Vermelho poderia ter sustentado a vida microbiana a bilhões de anos atrás.




    Imagens: NASA


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Curta nossa Página...
    Visite nosso parceiro:
    Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO