Seguidores

sábado, 8 de abril de 2017

Cápsula do tempo é descoberta em uma antiga escola de treinamento da Alemanha Nazista

Em setembro de 2016, uma equipe de arqueólogos experientes completou um objetivo de décadas atrás de encontrar um artefato raro enterrado (muito) abaixo do solo. O objeto, que pertencia a um quartel militar da cidade polonesa de Zlocieniec, anteriormente Falkenburg, estava lá desde que o edifício foi aberto em 1934.
Para alcançá-lo, as tripulações tiveram que cavar 20 pés, vadear através da água parada, evitar antigas minas terrestres e, finalmente, arar através de uma grossa parede de concreto. Não foi uma pequena façanha!

Então, o que valia tanto trabalho e tanta espera? Uma cápsula do tempo cheia de peças raras da história. A história real, no entanto, é de quem deixou lá…
Desde 1934, uma pequena cápsula de tempo foi enterrada a 20 pés debaixo de uma instalação militar na cidade polonesa de Zlocieniec. Em setembro de 2016, 82 anos depois de ter sido colocada lá, os pesquisadores finalmente conseguiram escavá-la.

Para chegar à cápsula do tempo, as tripulações tiveram que percorrer água parada, se esquivar de minas terrestres, atravessar uma espessa camada de concreto e eventualmente cortar a maldita coisa com uma motosserra.
Uma vez aberta – uma semana depois de terem escavado – o conteúdo da cápsula do tempo começou a se espalhar. Cada item oferecia um raro e valioso vislumbre das últimas oito décadas.


Quem tinha deixado a cápsula do tempo lá? Não, não era alguém que você poderia ter suspeitado. Foi realmente enterrada pelos ocupantes anteriores da instalação – e os vilões mais notórios da história: os nazistas.


A instalação militar, que agora é um quartel militar polonês, foi criada como um espaço de treinamento para os soldados alemães. Agora, as peças do passado que deixaram para trás foram reveladas.


Ao contrário de muitos dos artefatos mais óbvios da ocupação nazista que ficaram, o conteúdo da cápsula do tempo em particular forneceu um olhar sobre a rotina diária dos soldados que estavam sempre por lá.


O homem que liderou a equipe de escavação, Dr. Marcin Peterleitner, ficou impressionado com a perfeição dos inúmeros objetos que haviam lá dentro. Isso não foi um pequeno milagre para os pesquisadores.


Dentro havia muitos jornais da época, bem como duas cópias da autobiografia de 1925 de Adolf Hitler,
 Mein Kampf. Havia também um livro que documentou 600 anos da história da cidade polonesa.

Também dentro havia um crachá nazista, envelopes cheios de moedas, cartas e fotografias. No total, o conteúdo não vale uma quantidade impressionante de dinheiro, mas seu valor histórico ainda é alto.


Uma vez que as equipes de pesquisadores deram uma longa olhada em cada item, o conteúdo da cápsula foi levado para o Museu Nacional de Szczecin. Os itens ainda não foram totalmente inventariados.


Pense que todos esses pedaços de um tempo tumultuado na história estavam lá por muitos anos. Sem dúvida, os nazistas que os colocaram ali devem ter pensado que a cápsula seria aberta em um mundo totalmente diferente (e mais ariano).


É notável que esses itens todos foram preservados perfeitamente. Eles realmente oferecem um vislumbre único em um momento específico da história.

Compartilhe esta descoberta histórica com seus amigos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO