Seguidores

sexta-feira, 24 de março de 2017

Explosão em depósito de munições esvazia cidade na Ucrânia

Depósitos abrigavam mais de 138 mil toneladas de
 munições e morteiros, principalmente de artilharia.



Depósitos abrigavam mais de 138 mil toneladas de munições e morteiros, principalmente
de artilharia (Foto: Ministry of Emergency Situations press service via AP)



Milhares de pessoas deixaram a cidade de Balakliia, 
no leste da Ucrânia, 
depois que um depósito de munição, 
,um dos maiores do país, pegou fogo
 e explodiu na madrugada desta quinta-feira (23), 
informaram autoridades locais. Não há informações
 sobre vítimas.
A prefeitura montou uma operação de emergência 
pra esvaziar a cidade. 
A maior parte dos moradores saiu do município. 
Muitos foram levados 
para abrigos na região.
Segundo a agência de notícias russa Sputnik, 
o promotor militar ucraniano 
Anatoli Matios disse que a explosão foi provocada 
por uma sabotagem, 
mas não apontou quem seria o autor dessa 
sabotagem. "Não temos 
informações sobre vítimas", escreveu ele 
em sua página do Facebook.
Matios afirmou que foi criada uma zona de 
segurança de 7km 
em torno do local da explosão.

Munições
Os depósitos abrigavam mais de 138 mil toneladas 
de munições 
e morteiros, principalmente de artilharia, segundo 
o procurador-militar 
Anatolii Matios, ressaltando que não havia
recebido nenhuma 
informação sobre as eventuais vítimas.
O armamento armazenado estava destinado 
às tropas que combatem
 os rebeldes pró-russos nas zonas limítrofes 
do leste, segundo 
a rede de televisão ucraniana One Plus One TV.
Em dezembro de 2015, "já havia ocorrido uma
 tentativa de incendiar 
os depósitos de armas em Balakliia", segundo 
a mesma fonte.
Ao menos duas pessoas morreram em outubro 
de 2015 em uma 
série de explosões em um depósito de 
munições em Svatové, 
pequena cidade próxima à linha de frente.
Os depósitos, nos quais é armazenada 
uma grande quantidade 
de armamento por vezes em condições 
rudimentares, são 
atacados às vezes pelos rebeldes.
O conflito entre separatistas pró-russos
 e forças ucranianas, 
que começou em abril de 2014, já deixou 
mais de 10 mil mortos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO