Seguidores

segunda-feira, 27 de março de 2017

Descubra porque os OVNIs têm desativado mísseis nucleares no mundo todo

Obs.: Este artigo apresenta vários casos onde os OVNIs desativaram, ou pelo menos inspecionaram os armamentos nucleares, e a conclusão que foi chegada dessas ações pode ser lida ao final do artigo.


A foto vista acima é real, tirada em agosto de 1952. Trata-se de uma foto de múltiplos OVNIs, obtida por um fotógrafo da Guarda Costeira na época, sobre uma instalação militar dos EUA, um local comum para avistamentos de OVNIs. A foto foi classificada como secreta pelo governo dos EUA, e então mais tarde aprovada para liberação. O evento foi testemunhado por múltiplos ‘profissionais’ (Fonte)(Fonte)

Não há escassez de fotos e vídeos quando se trata de OVNIs, e aqui está outro exemplo ‘oficial’ que você pode ver nesse outra foto dos militares canadenses.


Para mim parece que o incidente de Bentwaters é um caso clássico onde uma intrusão aparente de nosso espaço aéreo e um pouso em nosso país foi testemunhado por pessoas de mentes sérias nas forças armadas, pessoas responsáveis fazendo um trabalho responsável… Bentwaters é de certa forma, um ponto de referência de como não lidar com estes assuntos no futuro… Eu sei um bom bocado sobre o incidente de Bentwaters… Há somente duas explicações para o que aconteceu aquela noite… A primeira é aquela com que as pessoas se preocupam… eles alegaram que algo de fora da atmosfera da Terra pousou em sua base da Força Aérea, ele foram e ficaram ao lado do objeto, eles inspecionaram isto, eles fotografaram isto, no dia seguinte eles fizeram testes no solo onde descobriram traços radioativos. Eles reportaram isto… e enviaram isto para o nosso ministério da defesa.

A citação acima vem do Lord Almirante Hill-Norton, Ex-Chefe de Equipe de Defesa, Almirante 5 estrelas da Marinha Real (Reino Unido), e Diretor do comitê militar da OTAN a respeito do que é conhecido como o incidente Bentwaters. É um incidente que ocorreu na Floresta de Rendlesham, e permanece como sendo um importante evento e um dos casos de OVNIs mais controversos já ocorridos – porque é apoiado por testemunho militar, bem como documentação militar. A área armazena armamentos nucleares, um fato que foi negado por anos pelas autoridades, mas então admitido como sendo verdade.

Norton é um entre as várias centenas de testemunhas militares (e mais de 1000 ao redor do mundo) a testemunhar quanto a realidade da visitação extraterrestre. Mais tarde ele disse:

Há objetos na atmosfera que estão tecnicamente milhas de distância mais avançados do que qualquer coisa que dispomos, que não temos meios de pará-los de virem até aqui… [e] que há uma séria possibilidade de que estamos sendo visitados e temos sido visitados por muitos anos por pessoas do espaço sideral, de outras civilizações…  Que cabe a nós, caso alguns deles no futuro ou agora se tornem hostis, descobrir quem eles são, de onde vêm, e o que querem.  Este deveria ser o assunto de uma investigação científica rigorosa e não o assunto de ‘lixo’ em tablóides.

O incidente em Bentwaters, de acordo com o Ministério da Defesa do Reino Unido, foi descrito como “não sendo significante para a defesa”. Isto não faz muito sentido – como pode você dizer para as pessoas que após um Coronel de uma instalação de armamentos nucleares e seus muitos homens, ou passaram pelo que passaram, ou todos sofreram juntos de uma gigantesca alucinação, não é algo importante para a defesa?  Isto não faz nenhum sentido; ou faz?

Há exemplos de todo o mundo. A mesma coisa tem acontecido na Rússia, até mesmo com artigos no Wikileaks intitulados, “Unidentified Flying Objects Over Algeria” (Objetos Voadores Não Identificados sobre a Argélia), fornecendo detalhes a respeito do Secretário Geral do Ministério da Defesa, Coronel Abdelhamid Latrech, e seu interesse sobre “estranhas máquinas que tem estado manobrando sobre o espaço aéreo da Argélia em recentes semanas”.

O documento realça como estes estranhos objetos tinham “sido vistos próximos de instalações militares por pessoas responsáveis”. A lista de “pessoas responsáveis” está bloqueada e declara “Uso Oficial Limitado”, porque as pessoas em questão são da equipe militar. Porém, centenas destas pessoas têm se manifestado publicamente e aqui está um exemplo.

O Professor Robert Jacobs (primeiro oficial  a ser premiado com a insígnia de mísseis teleguiados da Força Aérea), que foi o oficial encarregado da instrumentação óptica na Base Aérea de Vandernburg, foi responsável por supervisionar a fotografia da instrumentação de todos os mísseis disparados na área de testes. Naqueles dias, os mísseis nucleares eram chamados de “Inter Country Ballistic Missiles” – ICBM’s (mísseis balísticos inter países), porque a maioria deles explodia durante o lançamento. Seu trabalho também era o de fornecer dados sobre o porquê deles explodirem, assim eles podiam fornecer aos engenheiros boa fotografia sequencial suficiente para que eles pudessem ver o que ocorria de errado com o míssil ao ser lançado.

O que fotografamos lá em cima me afetou pelo resto de minha vida, e causou um enorme impacto na minha compreensão sobre o Universo, e da manipulação governamental de nossas mentes. (Fonte)

No vídeo abaixo você pode ver uma recriação do evento (Para ativar a legenda em português dos seguintes vídeos, embora ela não seja precisa, favor acessar as instruções aqui):



Um outro incidente ocorreu na Base Aérea de Malmstrom, no estado de Montana, e é um dos eventos mais notáveis nesta história de encontros de OVNIs com os militares.  Isto ocorreu em março de 1967, numa base que era responsável por uma grande quantidade de armamentos nucleares.  As testemunhas aqui viram um OVNI vermelho brilhante pairando logo ao lado de fora do portão de entrada. Após isto acontecer, todos os mísseis nucleares foram desligados, e ficaram completamente mortos.

Abaixo está um vídeo do Capitão Robert Salas, um dos homens envolvidos no incidente, dando seu testemunho na Audiência de Cidadãos para o Desacobertamento que ocorreu há alguns anos, onde um número de acadêmicos, políticos e ex-militares se reuniram na frente de vários congressistas para discutir o assunto e o que lá aconteceu.



Então, por que isto está acontecendo?

Há muitas teorias por aí. Quando as testemunhas militares se reuniram no National Press Club em 2010, o sentimento entre eles era o de que estes OVNIs e seja lá quem for que os operava, estão enviando mensagens de que “estamos brincando com fogo”. Mas o testemunho de outro oficial do alto escalão que despendeu sua vida trabalhando em instalações de armamentos nucleares oferece uma explicação diferente, com base na informação ‘secreta’ que lhe foi repassada.

Seu nome é Coronel Ross Dedrickson, e disse que ele e sua equipe constantemente recebiam “relatórios de visitas de OVNIs acima das instalações de armazenamento, e até mesmo algumas das instalações de fabricação, e isso ocorria continuamente”.  Ele disse:

…Os relatórios eram poucos e não muito frequentes, mas o pessoal da segurança estava relutante em reportar muitos deles devido ao protocolo e a burocracia envolvida, e eles simplesmente evitavam reportar.

Observamos que os OVNIs eram muito interessados nas instalações (de fabricação de armamentos nucleares) que estavam visitando… Um par de armamentos nucleares que foram enviados ao espaço foram destruídos pelos extraterrestres.

Após ter declarado isso, ele usou o incidente Vandenburg (citado acima) como exemplo, onde eles fotografaram mísseis e o OVNI, enquanto o míssil subia ao espaço.

O Coronel ainda disse:

E esta é a maior preocupação deles (extraterrestres), preservar a integridade da Terra porque isto afeta seu próprio sistema… Houve um incidente quando explodimos uma armamento nuclear sobre o Pacífico… e a perturbação que isto causou, porque isto interrompeu as comunicações sobre toda a base do Pacífico por algumas horas durante as quais nenhuma transmissão de rádio estava disponível em tempo algum…  Esta foi uma das coisas que mais tarde soube, que os extraterrestres estavam muito preocupados, porque isso afetava a nossa ionosfera e, de fato, espaçonaves eram incapazes de operar devido a poluição no campo magnético, do qual eles dependiam.  Bem no final da década de 1970, começo da década de 1980, tentamos colocar um armamento nuclear na Lua e explodi-lo lá, para fins de mensurações científicas e outras coisas (avaliação de dados científicos, reação e assim por diante…), o que não foi aceitável pelos extraterrestres… Eles destruíram o armamento antes dele chegar na Lua… A ideia de qualquer explosão no espaço por qualquer governo da Terra não era aceitável aos extraterrestres, e isso tem sido demonstrado pelos extraterrestres várias vezes.

Assista AQUI a entrevista completa de onde estas citações foram tiradas.

Assim, a partir de todas estas informações, temos algumas teorias. O extraterrestres estão nos alertando para pararmos de brincar com fogo e construirmos armamentos nucleares, porque isto não está no nosso melhor interesse e deveríamos parar. Segundo, uma explosão nuclear é enorme, e a energia viaja além do raio da explosão física e não somente afeta nosso sistema solar, mas os outros também.  Também, como mencionado acima, as explosões nucleares poluem o campo magnético, algo que eles dependem para operar suas naves.

Uma coisa é certa, a desativação desses armamentos, junto com nossa disposição de não usarmos nossa inteligência para criar armamentos mortais, são necessárias se a raça humana quiser se mover para frente.  A consciência humana está mudando, e somos nós que devemos ser essa mudança…

Quando militares do alto escalão falam sobre a atividade OVNI ao redor do mundo, quem pode duvidar de suas palavras? A realidade deste fenômeno está mais do comprovada, e só que tem razões escusas, ou muito temor desta realidade, pode negá-la.

Resta saber o porquê exatamente deles estarem aqui.



Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO