Seguidores

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Pescador russo vira sensação online ao postar fotos de criaturas bizarras


Sabemos mais sobre Marte do que sobre o oceano aqui na Terra – cientistas analisaram apenas 0,05% dele.

Roman Fedortsov é um pescador sediado na cidade de Murmansk, na Rússia, onde tem ampla visão do Mar de Barents – um mar relativamente raso que deságua no Oceano Ártico. Como pesca em toda a região costeira do oceano Ártico, Fedortsov compartilhou imagens de algumas criaturas do fundo do mar que já apareceram em suas redes.
@sofika77 @esumain @AlyonaFonya @savsveta вот такой попадался еще:) pic.twitter.com/76NbF4qCRf
Ver imagem no Twitter

Estas criaturas vivem na zona mesopelágica – que se estende a partir de uma profundidade de 200 a 1.000 metros abaixo da superfície – onde entra pouca luz solar, insuficiente até mesmo para a fotossíntese. Abaixo da mesopelágica está a zona batial, que se estende a partir de 1.000 a 4.000 metros de profundidade, ponto em que simplesmente não existe luz solar.

Isso significa que esses animais vivem com os mínimos indícios de luz. Esse é o motivo da maioria ser preta. “Os animais pretos absorvem todas as cores da luz disponível“, explicou Fedortsov. Mas estas imagens nos dão a oportunidade de apreciar e aprender mais sobre a vida na Terra. Para estudá-los melhor, os pesquisadores precisarão de financiamento.

Conheça a galeria de animais encontrados por Fedortsov:


[ Science Alert ] [ Fotos: Reprodução / Twitter 
Créditos Jornal Ciência 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO