Seguidores

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

NASA divulga novas imagens dos anéis de Saturno

A sonda Cassini da NASA capturou algumas das visões mais próximas dos anéis de Saturno, com novas imagens revelando níveis de detalhe sem precedentes nos enormes discos de partículas geladas orbitando o planeta.
As novas perspectivas vêm da missão “anel-pastejo“, onde a sonda está fazendo uma série de “mergulhos orbitais”, passado próximo da borda externa do sistema de anéis de Saturno.
Os “mergulhos” da Cassini começaram em novembro do ano passado, e a sonda espacial está no do meio caminho de suas últimas 20 órbitas.

(Créditos: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute).
Nunca tivemos a chance de observar os principais anéis de Saturno com imagens de alta definição.
As novas imagens revelam detalhes de 550 metros – aproximadamente a mesma escala que alguns dos edifícios mais altos da Terra.

(Créditos: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute).
Na imagem acima, você pode ver o anel A de Saturno (veja os nomes dos anéis de Saturno aqui) – localizado a 134.500 quilômetros de Saturno.
A aparência ondulada é o que é conhecido como uma onda de densidade, composta por partículas geladas que se agrupam em formas que os cientistas informalmente chamam de “palha”.
As órbitas de passagem da Cassini são tão próximas do do anel F que pequenas partículas atingem a sonda enquanto ela passa.
nel B de Saturno. (Créditos: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute).
A nave espacial se aproximou dos anéis quando chegou em Saturno há 13 anos, mas a qualidade das imagens registradas não foram tão boas, por algumas razões.
Em primeiro lugar, a sonda estava se movendo extremamente rápido em sua passagem inicial pelos anéis em 2004, então a equipe da NASA teve que optar por exposições muito rápidas para ajudar a minimizar o esbatimento.
Em contraste, os novos registros foram obtidos com exposições mais longas, permitindo imagens mais brilhantes e detalhadas. [ScienceAlert].

Anel B de Saturno. (Créditos: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute).

Anel de Saturno com manchas devido a raios cósmicos e radiação de partículas carregadas perto do planeta. (Créditos: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO