Seguidores

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Cometa poderá ser visto neste mês de Janeiro.

A NASA anunciou que um cometa será tão brilhante durante a próxima semana que devemos ser capazes de vê-lo no céu noturno com binóculos.

O cometa foi detectado em outubro pela missão NEOWISE, da NASA, e sua trajetória está levando-a a uma passagem segura pela Terra. O cometa será tão brilhante até  o dia 14 de janeiro que vamos ser capazes de vê-lo usando apenas binóculos, e talvez mesmo a olho nu.
O cometa, chamado C/2016 U1 NEOWISE, “tem uma boa chance de se tornar visível através de um bom par de binóculos, embora não possamos ter certeza porque o brilho de um cometa é notoriamente imprevisível”, disse Paul Chodas, gerente do Centro da NASA para Estudos de Objeto Próximo da Terra (NEO, na sigla inglesa).
De acordo com David Dickinson, do Universe Today, “o cometa C/2016 U1 NEOWISE pode atingir a 6ª magnitude (brilho do olho nu) em meados de janeiro, perto do periélio”.
Brilho de magnitude refere-se a quão brilhante um objeto está no céu noturno, e quanto menor o número, melhor. Para a perspectiva, Vênus tem em torno de -4,4 magnitude no brilho máximo, e a Lua -12,7.
O que você iremos ver?
Algo um pouco como este, embora um pouco mais distante:
Créditos da imagem: Michael Jäger/Universe Today).
Cometas são imprevisíveis em visibilidade porque eles são feitos de gelo, poeira e material rochoso, e à medida que se aproximam do Sol, eles tendem a aquecer rapidamente e começam a derramar material, formando cauda(s) de poeira e gelo. Esta mudança na composição pode mudar rapidamente a visibilidade dos cometas. Às vezes tornam-se mais brilhantes, e às vezes ficam mais escuros.
Os pesquisadores ainda não sabem muito sobre o cometa C/2016 U1 NEOWISE, mas eles preveem que sua órbita em torno do Sol pode ser de até milhões de anos, o que significa que isso pode muito bem ser a primeira vez que o cometa passou pelo Sistema Solar interno.
passagem mais próxima do cometa foi em 13 de dezembro, a uma distância De cerca de 106 milhões de quilômetros. Esta semana, o cometa está a cerca de 140 milhões de quilômetros de distância.
O melhor lugar para vê-lo é no o Hemisfério Norte na próxima semana, e você deve olhar para o céu do sudeste pouco antes do amanhecer.
“No ápice do brilho, o cometa C/2016 U1 NEOWISE passará através das constelações Ophiuchus para a Serpente e Sagitário, e será mais visível no amanhecer.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO