Seguidores

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Apito grave é captado por satélite vindo do Mar do Caribe


Apesar de os humanos não conseguirem ouvir muito bem embaixo da água, o oceano é um local muito barulhento. Entre vida marinha e tráfego de embarcações, é possível registrar todo o tipo de sons com equipamentos especiais. Mas cientistas têm captado no Mar do Caribe um barulho nunca antes ouvido.
Ele é muito baixo para ser identificado pelo ouvido humano, mas o som parecido com um apito é tão poderoso que pesquisadores conseguiram captá-lo do espaço.
O som foi detectado pela primeira vez quando cientistas da Universidade de Liverpool (Reino Unido) estavam analisando o nível do mar e a pressão na região numa tentativa de prever comportamentos futuros. O Mar do Caribe é incrivelmente importante para a circulação global, já que alimenta a Corrente do Golfo, que tem origem no Golfo do México, segue pela costa leste dos EUA e depois para a Europa.
Eles analisavam quatro modelos de atividade oceânica diferentes quando perceberam oscilações de pressão no Caribe que não deveriam estar ali. “Estávamos olhando para a pressão do oceano através de modelos, mas nessa região não deu certo”, disse um dos pesquisadores, Chris Hughes.
O grupo então analisou a pressão no local entre os anos de 1958 e 2013, além de estudar a maré e dados captados por satélite sobre a gravidade na área.
Eles descobriram que essas oscilações não estavam acontecendo apenas nos modelos, mas sim na realidade, produzindo um som baixo que pode ser descrito como um “assobio”.
Você pode escutá-lo aqui:
O que está acontecendo?
O som é causado por uma onda longa, chamada Onda de Rozzby, que viaja em sentido oeste pelo oceano Atlântico. Quando ela atinge a base do Caribe, interage com o fundo do mar, causando este som.
“Podemos comparar a atividade oceânica no Mar do Caribe com um apito. Quando você assopra em um apito, a corrente de ar se torna instável e cria ondas de som dentro da cavidade do apito. Como ele tem uma abertura, o som sai e você pode escutá-lo”, explica Hughes.
“Similarmente, a corrente oceânica que flui através do Mar do Caribe se torna instável e cria ondas estranhas conhecidas como Onda de Rossby. Como o Mar do Caribe é parcialmente aberto, isso causa uma interação da água com o resto do oceano que nos permite ouvir a ressonância ao usar medidores de gravidade”, continuou ele.
Como o Mar do Caribe é muito mais gigantesco que um apito, ele causa um som que é muito mais baixo do que a audição humana pode captar.

APITO DE ROSSBY

A onda de Rossby leva 120 dias para propagar de leste a oeste, emitindo um som que é 30 oitavos abaixo que o som mais baixo do piano. O fenômeno foi batizado de Apito de Rossby. Os resultados da observação foram publicados na revista Geophysical Research Letters.
Os pesquisadores explicam que entender este fenômeno pode ajudar a prever marés extremamente altas nos países da região, como Colômbia e Venezuela. Eles também acreditam que o apito pode ter um impacto importante no Atlântico Norte todo. [Science Alert]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa Página...
Visite nosso parceiro:
Conheça nosso Parceiro: UNIVERSO CÉTICO